Peça importante do São Paulo, Benítez volta a Avellaneda, onde viveu grandes momentos na carreira

·2 minuto de leitura


A partida desta terça-feira será especial para o meia Martín Benítez. O argentino pode ser a novidade do time do São Paulo que tentará a classificação para as quartas de final da Libertadores contra o Racing, às 21h30, em Avellaneda.

E essa é uma região que Benítez conhece muito bem, mas pelo lado do Independiente, rival do Racing. Isso porque o jogador é cria da base dos 'Rojos' e tem como uma das principais vítimas na carreira o próprio Racing, do mesmo bairro do Independiente. O ano em que Benítez ficou marcado como carrasco do rival foi em 2015.

TABELA
> Veja classificação e simulador da Libertadores clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
São Paulo joga a vida na Libertadores contra o Racing: veja os jogos da equipe na Argentina neste século


Naquela ocasião, o meia foi o grande responsável por afastar o Racing do título do Campeonato Argentino. Em disputa com Boca Juniors e San Lorenzo, o clube azul celeste poderia encaminhar o título com a vitória sobre o Independiente. No entanto, Benítez deu show, fez um gol e participou de outros dois na goleada por 3 a 0 sobre o maior rival.

ARGENTINOS MOSTRARAM QUE SE LEMBRAM DE BENÍTEZ
​Essa será a quarta partida do São Paulo contra o Racing nesta edição da Libertadores. Na fase de grupos, foi um empate na Argentina e uma vitória dos argentinos no Morumbi. O Racing passou em primeiro, enquanto o Tricolor foi o segundo da chave. Já nas oitavas, o empate por 1 a 1 no Morumbi pela ida.

No único jogo até aqui disputado em Avellaneda, Benítez foi caçado em campo e sofreu com a dura marcação do rival, levando até mesmo tapas dos jogadores adversários. Temendo uma possível confusão e prevenindo até uma lesão, Crespo tirou o meia aos 14 minutos do segundo tempo para a entrada de Eder.

No jogo de volta da fase de grupos, Benítez não foi relacionado por conta do desgaste físico. Naquela ocasião, Crespo poupou o time para a reta final do Campeonato Paulista. Já na ida das oitavas de final, no empate por 1 a 1, Benítez entrou aos 14 minutos do segundo tempo e foi participativo, quase marcando em chute de fora da área.

Resta saber se o meia argentino iniciará como titular do São Paulo, o que não acontece desde o dia quatro de julho, na derrota para o Red Bull Bragantino, por 2 a 1, no Morumbi. De lá para cá, Benítez entrou em três dos quatro jogos do Tricolor, participando de 78 minutos, se contar os acréscimos.

Com muitos desfalques, o São Paulo empatou em 1 a 1 com o Racing no Morumbi e agora o Tricolor entra em campo precisando vencer ou empatar com mais de dois gols para avançar. Caso haja empate por 1 a 1, a definição irá aos pênaltis. Em caso de um novo 0 a 0, a os argentinos ficarão com a vaga.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos