Paulo Sousa chega ao Flamengo exigindo compromisso do elenco: 'Precisamos trabalhar mais do que todos'

·3 min de leitura
Marcos Braz, Paulo Sousa, Rodolfo Landim e Bruno Spindel no Ninho do Urubu (Foto: Reprodução / FlaTV)


O trabalho de Paulo Sousa no Flamengo já começou há algumas semanas - a contratação do técnico foi confirmada no fim de dezembro -, mas a segunda-feira foi de apresentação do português. Nesta manhã, Paulo Sousa conheceu os jogadores e deu sua primeira entrevista oficial no CT do Ninho do Urubu.

No primeiro contato com o elenco principal, a mensagem passada aos atletas foi de que será preciso compromissos de todos para alcançar os objetivos.

- A primeira impressão é de um elenco de muita qualidade que precisa cada vez mais de compromisso. Qualidade não expressa vitórias. Somos um dos melhores elenco da América do Sul, talvez o melhor, mas não é suficiente para ganhar títulos. Precisamos trabalhar mais que todos. O compromisso coletivo e individual é fundamental. Foi uma mensagem que passei aos elenco - afirmou.

Paulo Sousa rescindiu seu contrato com a seleção da Polônia para assumir o Flamengo, onde chegou com uma comissão técnica de seis profissionais - veja quem são aqui. Desde o acerto com o clube da Gávea, o técnico "mergulhou" no universo do clube, buscando informações sobre o elenco e estrutura. Além de identificar as carências do grupo, o treinador também já entrou no circuito pela permanência de Thiago Maia, por exemplo, que assinará novo contrato.

Questionado sobre reforços, Paulo Sousa não "abriu o jogo", mas confirmou que o clube está ciente das posições carentes, mas sem deixar de destacar a qualidade do elenco que tem à disposição hoje - o qual evoluirá ainda mais.

- Como disse, nosso elenco é um dos melhores, senão o melhor da América do Sul. Penso que pode melhorar muito com os jogadores que já temos aqui. O clube tem tomado decisões muito boas nos últimos anos com um perfil de jogadores que podem ganhar jogos e títulos. Foram identificadas algumas posições onde, com um campeonato muito longo e com jogos de seleções, que o clube já conhece, Mas o elenco já tem qualidade para competir e ganhar.

Confira outras respostas de Paulo Sousa em entrevista no Ninho do Urubu:

ESQUEMA TÁTICO PREFERIDO

Para mim, esquemas táticos não são dinâmicos, são estáticos. Para mim, o sistema não é o mais importante. Temos jogadores muito inteligentes, com muita capacidade de entender o jogo e ocupar espaço. Pretendo que seja um time protagonista, dominadora, que pressione constantemente, que tenha boa capacidade de controle de jogo com bola. Que esteja o máximo possível perto da área adversária e recuperar a bola rapidamente. Esses são os conceitos que temos de valorizar mais do que o esquema.

EXCESSO DE LESÕES NO ELENCO

Isso é verdade, mas há verdades factuais em todo mundo. A Covid-19 tem sido um problema para podermos gerir bem essas lesões. Porque influencia bastante e continuará a influenciar. Penso que todo o mundo está unido para poder atuar sobre essa dificuldade. Mas também vamos trabalhar bem. A minha equipe de trabalho, em todos os clubes que tivemos, sempre teve poucas lesões.

- Ainda estamos conhecendo o elenco. Há uma forte integração de recursos humanos já com muita qualidade. Vai haver necessidade de maior integração para aquilo que há de recursos humanos para podermos reduzir ao máximo as lesões. E tenho dúvida que isso vai acontecer.

IMPORTÂNCIA DA PRÉ-TEMPORADA

Eu gostaria de ter mais umas semaninhas antes de competir, estamos habituados a ter de cinco a seis semanas antes das competições. No Brasil, isso é impossível. Vamos ter duas semanas antes de competir. Iniciar uma temporada à frente da equipe é sempre vantagem para qualquer treinador.

UTILIZAÇÃO DOS JOGADORES DA BASE

Matheus França, Lázaro... Qualquer outro jogador jovem que está na transição para a equipe principal vai ter seu espaço para progressão. A melhor forma para ajudar o jogador que vem da base é ter uma equipe bem clara, definida e organizada para poder ajudar no crescimento desse jogador. Esse jogador precisa ter potencial e atitude correta para ter o crescimento contínuo. Porque muitos jovens acham que já chegaram quando são incorporados ao elenco principal. Ainda há muito o que fazer.

Temos que investir nesses jogadores que têm capacidade de representar o nosso clube. A torcida vai cobrar porque ela não pensa no jovem. Vai cobrar por sua prestação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos