Paulo Nobre se diverte com repercussão e minimiza acidente

Ex-presidente do Palmeiras sofreu acidente no Rio Grande do Sul, onde participava de etapa do Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade. Ele não se machucou

Paulo Nobre, ex-presidente do Palmeiras, disse em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, que "está tudo super tranquilo" após o acidente que sofreu na etapa de Estação-RS do Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade. O carro em que estavam Nobre e Gabriel Morales, eu navegador, capotou a mais de 200 km/h.

- Eu já sofri mais de 10, 12 acidentes assim mais feios. Eu diria que cinco, pelo menos, foram iguais ao de hoje (domingo). Só que antes eu não era conhecido, eu era só o Paulo Nobre (risos). Hoje sou ex-presidente do Palmeiras, por isso está dando toda essa repercussão. Engraçado é que talvez por causa disso o rali passe a ser conhecido no Brasil. Está tudo super tranquilo, não foi o primeiro e infelizmente não vai ser o último acidente - disse Nobre, divertindo-se com a grande repercussão do fato.

- Quando se anda a 200 km/h ou um pouco mais de 200 km/h na terra, qualquer erro neste tipo de carro que a gente anda, acidente é inevitável. Mas é super hiper seguro. A gente passou praticamente 170 metros capotando. Acabou, batemos a mão no cinto, tiramos o cinto e saímos do carro. Simples assim. Obrigado pela preocupação e bola para a frente. Estou de volta ao rali e com o Palmeiras sempre no coração - completou.

Antes de ser presidente do Palmeiras, Paulo Nobre era presença cativa nas provas de rally off-road pelo mundo. O dirigente chegou a competir no Rally Dakar, no Rally dos Sertões e no WRC (campeonato mundial de rali de velocidade).





E MAIS: