Paulo Nobre revela a amigos que quer ser governador de São Paulo em 2018

Yahoo Esportes
<em>Dirigente deixou a presidência do Palmeiras no fim do ano passado (Arquivo pessoal)</em>
Dirigente deixou a presidência do Palmeiras no fim do ano passado (Arquivo pessoal)

Andrés Sanchez, Alexandre Kalil, Roberto Dinamite… a lista de ex-presidentes de clubes que entraram para a política deve ganhar um novo integrante em 2018. É que Paulo Nobre, mandatário do Palmeiras até dezembro passado, revelou a amigos que quer se candidatar à eleição para o Governo do Estado de São Paulo.

Em meio à crise política que envolve Michel Temer e o risco de o presidente da República sofrer impeachment, vários amigos de Paulo Nobre têm mandado montagens do palmeirense vestido como presidente do Brasil. Nobre costuma responder a todos que vai ser governador do estado, e não presidente.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A ideia de entrar para a política não é nova. Desde que deixou a presidência alviverde, Paulo Nobre estuda o que fazer. Completamente afastado do Palmeiras, o dirigente passou a escutar que poderia repetir os passos de João Doria Júnior, alguém sem qualquer ligação com a política e que acabou eleito prefeito de São Paulo.

A próxima eleição para o governo paulista está marcada para o ano que vem. Paulo Nobre é um dos principais acionistas do Banco Itaú. Durante sua passagem de quatro temporadas no Verdão, ele emprestou mais de R$ 200 milhões ao clube, que estão sendo devolvidos nos últimos meses.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui:

 

Leia também