Paulo Carneiro disse que não seria contrário a receber 'mala branca'

Futebol Latino
LANCE!
Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória
Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória


Conhecido por dar declarações polêmicas seja lá qual for o tema, o presidente do Vitória, Paulo Carneiro, se mostrou aberto a possibilidade do Vitória receber algum incentivo financeiro por sua condição privilegiada na última rodada da Série B.

Não tendo qualquer risco de rebaixamento ou brigando pelo acesso, o Leão da Barra só teria de cumprir tabela frente a uma equipe diretamente envolvida na disputa para voltar a elite em 2020, o Coritiba. Logo, um resultado positivo do Nego seria do interesse direto para América-MG e Atlético-GO, respectivos quarto e quinto colocados que ainda brigam por uma das duas vagas.

- Eu não respondo pelos meus jogadores. Eles é que sabem. Eu, se estivesse no lugar deles, recebia. Tomara que deem a eles R$ 2 milhões. A pressão sobre mim vai ser menor na segunda-feira. Eles (jogadores do Vitória) vão ganhar dinheiro, porque o Coritiba precisa empatar.

O mandatário da equipe de Salvador chegou até mesmo a citar em entrevista que concedeu ao programa Globo Esporte que o fato dos salários não estarem em dia poderia facilitar com que o plantel aceitasse uma possível proposta financeira visando a conquista de pontos.

As palavras de Paulo Carneiro vem justamente em uma semana que começou com os jogadores do plantel do Vitória se negando a fazer trabalhos com bola em protesto ao atraso dos vencimentos que chegaria já a dois meses.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também