Paulo Antunes se defende após críticas por apoio a jogadores antivacina: 'Acredito na ciência'

·2 min de leitura


Paulo Antunes usou as redes sociais para se defender das criticas recebidas após defender jogadores da NBA - entre eles, Kyrie Irving - que se recusam a tomar a vacina contra a Covid-19. No programa ESPN League, o jornalista do grupo Disney afirmou que entende a vontade destes jogadores pela velocidade do desenvolvimento do imunizante, apesar de dados comprovarem a eficácia do imunizante.

No Twitter, Paulo Antunes afirmou ser a favor da ciência e disse estar vacinado contra a doença, que já fez mais de 600 mil vítimas no Brasil.

- Boa noite a todos! O Paulo Antunes é vacinado. Muito obrigado pela preocupação, mas estou bem. Acredito na ciência. Podem dormir em paz. Ele também é a favor do investimento na educação - escreveu o comentarista da ESPN.

A declaração dividiu opiniões na internet. Enquanto alguns seguiram em tom crítico contra Paulo, outros apoiaram o jornalista.

- Faltou as aulas de ética quando estudou jornalismo, foi? Se você não está ciente da responsabilidade do espaço que você ocupa, talvez não mereça ocupá-lo. Lamentável - disse um usuário.

- Paulo Antunes, não adianta você querer explicar sua opinião para pessoas que só querem ouvir a delas. Você não falou bobagem. Fique bem! - defendeu outro seguidor.

Ontem, em contato com o LANCE!, o Grupo Disney exaltou o esquema de vacinação para a imunização contra a Covid-19 e reforçou que suas equipes seguem rígidos protocolos sanitários para manter as atrações esportivas no ar (veja abaixo).

A Disney reforça seu posicionamento a favor de todos os protocolos de biossegurança contra o COVID-19, dentre eles a vacinação. Nossas equipes permaneceram mais de um ano trabalhando de forma remota e conseguimos entregar um conteúdo de alta qualidade para os fãs do esporte nesse período. O retorno aos estúdios em setembro de 2021, tem sido realizado de forma escalonada e ainda com restrições de distanciamento e com o uso permanente de máscaras. Isso só foi possível devido a vacina ter sido aplicada em grande escala na população, incluindo em nossos colaboradores.

DADOS DA COVID-19 NO BRASIL
No Brasil, foram registrados 602.727 óbitos e 21.626.028 casos de coronavírus por conta da doença desde 2020, segundo dados do G1. Já a vacinação, que iniciou no começo de 2021, segue ocorrendo no país. Dados oficias apontam que 48% dos brasileiros ou residentes do Brasil estão 100% imunizados.

Assim como no Brasil, nos Estados Unidos, casos de pessoas, como o atleta norte-americano, que estão optando por não receber a vacina contra a Covid-19 têm chamado a atenção no país. A Associação dos Jogadores da NBA chegou a tomar uma atitude sobre a decisão destes esportistas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos