Paulo André descarta desistir do atletismo após BBB: 'Não é opção'


O brasileiro Paulo André descartou a possibilidade de desistir do atletismo em meio à fama que o Big Brother Brasil, da "Globo", proporcionou. Em entrevista ao podcast Rumo ao Pódio, do ge, o velocista afirmou que parar está fora de cogitação.

+ Pedro Scooby volta a surfar após BBB, e brinca: 'Será que ainda sei?'

- Em nenhum momento pensei em desistir do atletismo. Tinha meus medos de não conseguir retomar a vida profissional por tudo o que ia acontecer no pós. Não tinha noção de que ia ser uma atmosfera tão grande, de tudo tão grande. Mas eu tinha medo de não conseguir administrar - afirmou PA, nesta terça-feira.

+ Gabriel Medina elogia estreante João Chumbinho na WSL: ‘Gostaria de ter surfado com ele no Tour’

Paulo André, que chegou às semifinais nos 100m e disputou o revezamento 4x100m nos Jogos Olímpicos de Tóquio, reforçou seu apego às pistas e a vontade de se classificar para os Jogos de Paris, em 2024. O Pan de Santiago, em 2023, também é um objetivo.

- O atletismo é o que eu amo fazer, eu gosto, é onde eu me sinto bem. Claro que as outras áreas, que eu estou descobrindo, eu gosto muito e tinha isso em mente. Mas atletismo é o que eu sou, o que amo fazer, de fato. É o que me levou ao BBB e não é uma opção parar – completou P.A.

Paulo Andre
Paulo Andre

Paulo André é destaque nos 100m (Divulgação/twitter timebrasil)

Se quiser voltar ao atletismo ainda este ano, o foco é o Campeonato Mundial nos Estados Unidos, em julho. Mas o velocista sabe que a classificação não será fácil. Ele precisará fazer o índice mundial (10s05, nos 100m) ou entrar na equipe do revezamento.

A última chance de obtenção da marca é no Troféu Brasil, entre os dias 23 e 26 de junho, no Estádio Nilton Santos, no Rio. O paulista ainda não confirma se participará do torneio.

- É cedo para dizer. Eu tenho que fazer alguns testes ainda. Mas não acho nada impossível (participar). Eu e minha equipe vamos estudar essa possibilidade de ir para o Troféu Brasil. O índice (para o Mundial) está bem forte. Esse 10s05 não é uma marca simples de fazer. Mas meu pai, que é meu técnico (Carlos Camilo) gosta desses desafios, e a gente não acha nada impossível – concluiu o atleta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos