Paulinho e Diego Costa valem grandes investimentos hoje?

·1 minuto de leitura
Paulinho, numa das suas convocações para a Seleção Brasileira. Foto: Wagner Meier/AGIF. Foto: Fernando Soutello/AGIF
Paulinho, numa das suas convocações para a Seleção Brasileira. Foto: Wagner Meier/AGIF. Foto: Fernando Soutello/AGIF

O mercado brasileiro se agitou com as possibilidades de contratações de Paulinho e Diego Costa. O meia terminou seu contrato com o Guangzhou FC, da China, e o centroavante está livre desde janeiro, sem jogar. 

Paulinho fez 176 jogos e marcou 75 gols pelo time chinês em seis temporadas, com uma passagem pelo Barcelona, em 2017/2018. No clube catalão, foram 49 partidas e nove gols marcados. Paulinho fará 33 anos no dia 25 de julho. 

Diego Costa encerrou seu vínculo com o Atlético de Madrid e está disponível, desde o início do ano. Curiosamente, o jogador não acertou com nenhuma equipe, em 2021. No Atlético, Diego Costa fez 83 gols em 216 confrontos. Fará 33 anos em outubro.

A diretoria do Corinthians sonha com Paulinho e acredita que o sentimento pelo clube, onde foi multi-campeão, possa amolecer seu coração e diminuir seu desejo financeiro para voltar a jogar pelo time. Em condições normais de negócio, o Corinthians não tem dinheiro para pagá-lo. 

Diego Costa tem seu nome ligado ao Palmeiras, desde 2020. Agora, acena com a possibilidade de baixar sua necessidade financeira para acertar com o Verdão. Se ele for contratado, o presidente Maurício Galiotte vai enterrar seu discurso de pés no chão, com a promessa de entregar o Palmeiras saudável ao final de sua gestão. 

Obviamente, Paulinho e Diego Costa são acréscimos técnicos e seriam ótimos reforços. No entanto, na realidade do futebol brasileiro, é possível tê-los num custo-benefício compatível? 

Vamos ver onde eles irão jogar. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos