Paulinho e Alan brilham em massacre do Guangzhou pela Champions

Volante da Seleção Brasileira anotou o primeiro do seu time na vitória por 3 a 2 sobre o Shanghai Shenhua. Já atacante balançou a rede pelo Jiangsu Suning no 1 a 1 com Yanbian

O time de Luiz Felipe Scolari segue com a faca nos dentes. Nesta terça-feira, pela 5ª rodada do Grupo G da Liga dos Campeões da Ásia, o Guangzhou Evergrande massacrou o Eastern AA, de Hong Kong, por 6 a 0. O trio brasileiro brilhou, com Paulinho marcando duas vezes, assim como Alan, e Ricardo Goulart dando uma assistência. Mitchell (contra) e Yu Hanchao completaram o largo placar.

Para chegar ao triunfo, o time chinês não teve dificuldade, uma vez que a disparidade técnica entre as equipes era evidente. Do apito inicial ao final, além de gols marcados perto dos assobios, o Evergrande sobrou em campo, terminando a partida com quase 70% de posse de bola.

O goleiro Zeng, por exemplo, não viu a equipe adversária, que estava atuando em casa, finalizar uma vez sequer em direção à sua meta. Como destaque, a partida coroou a exibição do volante da Seleção Brasileira, que marcou dois gols ao seu estilo. No primeiro, balançou a rede com uma bela cabeçada. Já no segundo, escorou após outro cruzamento na área.

- Acho que isso acontece pela maneira como venho jogando. Tanto o professor Felipão quanto o professor Tite me dão muita liberdade para chegar ao ataque. E os gols têm saído, graças a Deus. Estou feliz demais por poder ajudar meu time e a seleção. Essa vitória hoje era fundamental. Conseguimos impor o nosso melhor jogo e, agora, vamos tentar confirmar a classificação no nosso estádio - afirmou Paulinho.





Agora, o Guangzhou Evergrande, líder da chave, aparece com nove pontos. Logo atrás, estão Suwon Bluewings, da Coreia do Sul, e Kawasaki Frontale, do Japão, com oito e sete pontos, respectivamente.

A equipe sul-coreana, aliás, foi derrotada pela japonesa nesta manhã. Time dos brasileiros Eduardo Moura e Rhayner, o Frontale venceu por 1 a 0, fora de casa, com gol do zagueiro japonês Nara.

- Fizemos um grande jogo contra uma equipe que vem liderando nosso grupo. Todos estão de parabéns pela vitória e pelo bom desempenho durante os noventa minutos. Estamos na briga pela classificação. Está tudo em aberto ainda e vamos brigar até o fim por essa vaga - disse Eduardo Moura, volante com passagens por Bahia, Vitória e Botafogo, principalmente.

RAMIRES MARCA, MAS...

Outro time chinês em ação nesta terça, o Jiangsu Suning viu o seu 100% de aproveitamento na competição ir por água abaixo. Em casa, foi derrotado por 2 a 1 para o Jeju United, de virada, pelo Grupo H.







No confronto, Ramires marcou de cabeça, depois de cobrança de escanteio do compatriota Alex Teixeira, mas viu Marcelo Cruz, outro brazuca, empatar ainda na primeira etapa. Após o intervalo, Lee Chang-Min deu a vantagem para o clube da Coreia da Sul, que a segurou até o apito derradeiro.

Apesar do revés, o Jiangsu Suning segue na frente, com 12 pontos. O Jeju agora é o segundo colocado, com sete pontos, seguido por Adelaide United (cinco pontos) e Gamba Osaka (quatro pontos). Em tempo: os dois últimos times também jogaram nesta manhã e ficaram no 3 a 3, no Japão.

E MAIS: