Paulinho deixa o Guangzhou Evergrande e se aproxima de volta ao futebol brasileiro

·1 minuto de leitura

O meio-campista Paulinho utilizou suas redes sociais, no final da manhã deste domingo (20), para informar que não vai continuar no Guangzhou Evergrande, da China. Aos 32 anos, o medalhão agradeceu ao clube chinês e revelou que a pandemia do novo coronavírus foi determinante para sua despedida antecipada da Ásia.

“Hoje chegou ao fim um dos mais importantes ciclos da minha carreira. Lá em 2015, o Guangzhou Evergrande acreditou em mim, confiou no meu trabalho e o resultado dessa parceria está retratado nos 74 gols, 172 jogos e oito títulos que conquistamos. Foram anos incríveis profissional e pessoalmente, que ficarão guardados na memória com muito carinho”, diz trecho da publicação.

“A pandemia alterou profundamente a dinâmica mundial e, no meu caso, infelizmente, provoca minha despedida antecipada do clube. Vou com o peito apertado, mas o sentimento de dever cumprido. Até algum dia!!”, completou Paulinho, que também agradeceu ao clube, aos colegas de trabalho e aos amigos que fez na China.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos