Patrocinador volta atrás e agora diz que não apoia Bruno no Boa Esporte

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O grupo Gois & Silva, que patrocina o Boa Esporte, informou que estuda retirar sua parceria com o clube mineiro caso seja confirmada a contratação do goleiro Bruno.

"Deixamos claro e explícito nosso repúdio a todo e qualquer tipo de violência contra a mulher e qualquer outro tipo de violência, independente de classe social, gênero, faixa etária, cor da pele, orientação sexual, religião etc", informou a assessoria do grupo Gois & Silva.

No domingo (12), a patrocinadora havia dito que não haveria problema em manter a parceria com o Boa após o acerto com Bruno. Porém, após a repercussão e a pressão nas redes sociais, mudou de opinião.

"Ele foi condenado, cumpriu a pena dele e foi solto por decisão do STF, não fugiu da cadeia ou se furtou a nada. Ele merece uma oportunidade", disse o empresário Rafael Gois Xavier.

O ex-goleiro do Flamengo estava preso preventivamente desde 2010 e foi solto pelo Supremo Tribunal Federal em razão da demora para a apreciação pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais do recurso da condenação em primeira instância em 2013, cuja sentença foi de 22 anos e 3 meses.

OUTRO PATROCINADOR

A empresa Cardiocenter rescindiu contrato com o clube mineiro. Em comunicado oficial, a empresa destacou que "não concorda com a contratação de jogadores que não representam nossos ideais".

NOTA DO GRUPO GOIS & SILVA

Muito tem se falado na internet e na mídia sobre nosso grupo ser associado a imagem deverás negativa da pessoa do Goleiro Bruno.

Deixamos claro e explicito nosso repúdio a todo e qualquer tipo de violência contra a mulher e qualquer outro tipo de violência, independente de classe social, gênero, faixa etária, cor da pele, orientação sexual, religião etc.

Mantemos em nossos valores e missão o apoio ao esporte, ao empreendedorismo, às causas sociais e aos programas de recuperação.

Como grupo de diversos negócios e pessoas, somos coerentes quanto à consciência social, e atendendo a comoção nacional, faremos uma reunião com a diretoria do Boa Esporte Club dia 13 de Março.

A Parceria com o Boa se estende por mais de três anos e sabemos do crescimento do clube e de seu valor para o esporte e para o Sul de Minas Gerais.

Nossa reunião tem por objetivo requerer à diretoria do clube rever sua decisão de contratação do Goleiro Bruno.

Caso nosso requerimento decline, infelizmente estudaremos cancelar o patrocínio ao Boa Esporte Clube.