Patrocinador desiste de exibir marca durante a Copa América

·1 minuto de leitura

A Copa América 2021 perdeu um forte patrocinador: a Mastercard. Ela decidiu não exibir a sua marca nas placas de publicidade à beira dos gramados, nas entrevistas de jogadores e integrantes das comissões técnicas.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em nota enviada ao Estadão, foi feita a confirmação deste fato. "Após análise criteriosa, decidimos por não ativar nosso patrocínio à Copa América no Brasil", explicou a empresa, que também deixará de participar de outras ações de marketing envolvendo o torneio.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A decisão foi tomada cinco dias antes da abertura do torneio, que mudou de sede de forma abrupta depois que Argentina e Colômbia abriram mão de sediar as partidas. Na semana passada, Confederação Brasileira de Futebol e governo brasileiro acolheram a competição mesmo em meio à pandemia de coronavírus e aos mais de 477 mil mortos pela doença no país.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos