Pato informa motivo pelo qual declinou de convite para retornar ao Inter e dá dica sobre possível destino

Fabio Utz
·1 minuto de leitura

Tão logo Paolo Guerrero rompeu o ligamento do joelho, o Internacional foi ao mercado em busca de uma reposição "à altura". A saída de Alexandre Pato do São Paulo abriu espaço para o retorno do atacante ao Beira-Rio, que não se confirmou. Pois através de uma rede social o atleta, que iniciou carreira no Colorado e, de cara, conquistou o título do Mundial de 2006, explicou o motivo pelo qual não aceitou o desafio.

Recentemente, o diretor de futebol Rodrigo Caetano confirmou a procura pelo jogador, mas revelou que, à época, não poderia esperar por muito tempo. No clube, inclusive, as conversas com Pato deixaram a nítida impressão de que, naquele momento, os interesses do profissional eram outros. Agora, ele próprio deixar claro isso. "Não era o momento de decidir naquele momento, e agradeço ao Inter pelo carinho. Sempre estará no meu coração. Mas quem sabe (...) Estou curtindo a minha família e esses momentos que nunca tive desde os 16 anos", disse ele, no Twitter.

É fato, porém, que o atacante prepara seu retorno aos gramados, possivelmente fora do país. O Birmingham, da segunda divisão inglesa, seria uma possibilidade. Além disso, três equipes italianas (Monza, de Silvio Berlusconi, ex-sogro de Pato), Genoa e Spezia) também teriam interesse no brasileiros. Questionado por um seguidos se voltaria ao Milan, onde viveu o melhor momento da carreira, foi enigmático: "Milan? Hum! Mas quem sabe Itália…".

Para mais notícias do Internacional, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.