Partidas da Liga das Ilhas Faroé poderão ter presença de público


O Governo das Ilhas Faroé tomou mais uma medida em relação ao campeonato local. Nesta quinta-feira, as autoridades deram o aval para que a liga local tenha presença de torcedores, no que é vista como a terceira fase da flexibilização das leis no arquipélago devido à pandemia do novo coronavírus.

As autoridades devem anunciar nos próximos dias algumas regras em relação à presença de torcedores nos estádios. O distanciamento social entre os torcedores reduziu de dois metros para um metro.

A Betrideildin teve seu início, previsto para março, adiado devido à pandemia do novo coronavírus. Como as Ilhas Faroé vêm controlando bem o COVID-19 (até o momento, são 187 casos registrados e nenhuma morte confirmada), o governo deste território deu aval para as atividades futebolísticas retornarem.

O arquipélago, que tem 50 mil habitantes, tem território vinculado à Dinamarca. Porém, tanto a Fifa quanto a Uefa consideram as Ilhas Faroé como uma liga independente, que disputa competições internacionais.

A Liga das Ilhas Faroé, que existe desde 1942, conta com 11 equipes semiamadoras que jogam em pontos corridos - turno, returno e terceiro turno.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também