Parceira de clubes paulistas, Total Player aposta na criatividade como resposta às crises após pandemia


Após as dificuldades vividas por conta da pandemia de Covid-19, especialmente nos anos de 2020 e 2021, as empresas precisaram apostar ainda mais em criatividade e inovação, seja para sobreviver, se reinventar ou apenas se recuperar. Foi o caso da Total Player, parceira de mais de metade dos clubes da Série A de São Paulo.

> Confira a tabela e a classificação do Campeonato Brasileiro

Especializada em organização de eventos e controle de acesso, um dos setores mais afetados pelas restrições impostas pela pandemia, o grupo buscou alternativas tecnológicas para voltar ainda mais forte após a reabertura total de estádios de futebol e outros eventos. E o resultado não poderia ser melhor: o primeiro trimestre de 2022 já supera de longe o ano de 2019.

- O mundo inteiro foi, e segue sendo, afetado pela pandemia de Covid-19, mas o nosso setor, em especial, foi um dos que mais sofreu. Em 2020, com as restrições de público em eventos, nosso modelo de negócios foi comprometido, e foi aí que nós passamos a investir ainda mais em tecnologia - afirmou o CEO da Total Player, Calucho Jamelli, que completou:

- Nós sempre temos de ter a criatividade como aliada nos negócios, independentemente do momento que vivemos, mas esse período deixou isso ainda mais claro. É isso que nos ajuda a sempre oferecer o melhor para os nossos parceiros, a sobreviver em períodos de crise e a seguir crescendo da forma que estamos.

Ação com totem em estádios de futebol (Foto: Reprodução)
Ação com totem em estádios de futebol (Foto: Reprodução)

Ação com totem em estádios de futebol (Foto: Reprodução)

Entre as inovações inseridas no mercado pela empresa estão a criação de uma camisa com um chip implantado no tecido que ao entrar em contato com a catraca ou outro tipo de leitor, autoriza o acesso do torcedor ao estádio. E a novidade já foi até replicada para outros itens, como um chaveiro que tem o mesmo propósito.

Além disso, a empresa passou a abrir outras frentes de eventos, como o Museu da Imaginação em São Paulo, que possui exposições voltadas ao público infantil, aliando educação e interação, e com um quadro de eventos que se renova a cada trimestre.

- Essas novidades na forma de ingressar aos locais de evento são muito mais práticas tanto para o torcedor quanto para o clube. Mas também criamos ações para melhorar programas de "Sócio Torcedor" no período, investimos em outros negócios como um banco digital, o Banco Tor$, e buscamos expandir nossos horizontes em termos de como e em que trabalhar. Foi uma época de extremo aprendizado e, apesar de tudo, saímos fortalecidos - finalizou Calucho.

A Total Player foi fundada em 2007 pelos irmãos Calucho, ex-jogador profissional de futsal, e Paulo Jamelli, ex-jogador de futebol de equipes como São Paulo, Santos e Corinthians.

Depois do período mais duro de sua história de 15 anos, a empresa já sabe o "caminho do gol" para seguir crescendo ainda mais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos