Paranaenses e catarinense conquistam os títulos do ITF BT50 de Maringá

Divulgação


Além de sediar a segunda etapa do Circuito Alto Giro de Beach Tennis, Maringá ficou com a maioria dos títulos do ITF BT50, categoria profissional da etapa que distribuiu uma premiação de US$ 4 mil e pontos no ranking da ITF. As semifinais e finais foram disputadas, neste domingo, na Arena Go Beach.

No feminino, o título ficou 100% em casa. Natália Barros e Antônia Thompson, cabeças de chave 8, que se juntaram pela primeira vez no circuito profissional, surpreenderam na final as favoritas ao título, as catarinenses Fernanda Firmo e Isabelle Vechi, por duplo 6/2.

“Estou muito feliz com a conquista, principalmente por estar jogando em Maringá e com o apoio da torcida. Foi um jogo pegado, mas a gente estava confiante e queria muito ganhar esse título”, disse Antônia, número 55 do mundo, que faturou seu segundo título de ITF BT50.

“O primeiro BT a gente nunca esquece, ainda mais dentro de casa, com a torcida eletrizante. Tivemos muito determinação, queríamos muito o título e deu certo”, afirmou Natália, 161º do mundo.

No masculino, a partida entre os irmãos cariocas João Lauro e Diogo Carneiro, cabeças 2, e o maringaense Andrei Ludwig e o catarinense Rodrigo Schaefer, cabeças 7, foi decidida nos detalhes e vencida pela dupla Ludwig/Schaefer, por 7/5 6/4. Foi o primeiro título da dupla.

“Eu e o Andrei formamos uma parceria com mental forte e saque firme. O Diogo e o João são referências no Beach Tennis, mas já havia perdido para eles anteriormente e estava com isso engasgado”, observou Schaefer, 81º.

“Obrigado ao Rod pela parceria. Quando estava 4/3 para eles no segundo set, eu senti um pouco o cansaço. Pedi ajuda ao meu parceiro, que me segurou e me incentivou com palavras positivas. Eu sabia que íriamos vencer”, contou Ludwig, 73º.

Além do ITF BT50, a etapa de Maringá do Circuito Alto Giro contou também com a disputa de um ITF BT10 e do Torneio Amador, com diversas categorias.