Paraná lamenta gol no "detalhe", mas acredita em força na Vila diante do Atlético-PR

Guilherme Moreira
Derrota por placar simples deixa o Tricolor com necessidade da vitória em casa

O revés por 1 a 0 diante do Atlético-PR neste domingo, na Arena da Baixada, pelo jogo de ida das quartas de final do Estadual, não assusta o Paraná. O time paranista acredita na força dentro de casa para chegar às semifinais.

Mesmo atuando na casa do adversário, o Tricolor conseguiu criar oportunidades na primeira etapa dentro de seu modelo de jogo - dando o controle de bola ao Furacão e explorando o contra-ataque, além das bolas paradas. O rival, entretanto, chegou duas vezes e marcou uma.

Aos 47 do primeiro tempo, depois de Rossetto obrigar Léo a praticar grande defesa, a cobrança de escanteio atravessou toda a zaga e Eduardo da Silva, na pequena área sem marcação, só escorou para as redes. Uma falha que custou a derrota.



- Conseguimos criar, circular a bola. Infelizmente num detalhe escapou e acabamos perdendo a partida. Acredito que fizemos um bom jogo, tivemos uma falha. A prova disso é que eles praticamente não tiveram oportunidades, não conseguiram criar em nenhum momento, a não ser em bola parada. Não tem nada perdido - avaliou o técnico Wagner Lopes.

De fato, mesmo com a expulsão de Robson e em desvantagem numérica em grande parte do segundo tempo, o Tricolor conseguiu se segurar com as duas linhas de quatro bem compactas. Nos 15min finais, o time paranista ainda tentou buscar o empate com arremates de fora da área, recuando o rival.

- A gente treina bastante e fica até triste de levar gol assim (de bola parada). Não foi como a gente esperava, mas não ficou ruim. A gente não merecia sair derrotado e temos condições de reverter. Provamos que somos fortes e vamos virar esse resultado com a torcida - completou Airton.

A decisão entre Paraná e Atlético-PR acontece na Vila Capanema, no próximo fim de semana. O Tricolor avança com vitória por dois gols de diferença - por um, o duelo vai para as penalidades, já que o gol fora não é qualificado.





E MAIS: