Paraná admite jogo com erros e atuação abaixo do esperado contra Figueirense

Guilherme Moreira
Sem o triunfo, Tricolor depende de tropeço do Figueira no clássico contra o Avaí

A igualdade sem gols com o Figueirense nesta quinta-feira, pela terceira rodada da Primeira Liga, não garantiu a classificação do Paraná para as quartas de final. O fraco desempenho chegou até a irritar a torcida, que vaiou o time, e o próprio técnico Wagner Lopes, que passou toda a partida reclamando e tentando orientes à beira do gramado.

Após 20 minutos iniciais dominando o jogo e tendo a posse de bola, o Tricolor perdeu o controle do duelo e viu o Figueira criar boas chances. Na segunda etapa, a equipe paranista até chegou a levar perigo em duas bolas aéreas, mas seguiu errando com a bola nos pés.

- Jogo difícil, que tivemos erros técnicos e não conseguimos construir. Criamos pouco. Foi uma noite abaixo do que a gente esperava, mas ainda conseguimos um empate mesmo não jogando bem - afirmou o treinador.



Lopes admitiu que os problemas nesta noite foram diversos, além da falta de criação. Quarenta passes e 18 cruzamentos errados, além de 36 lançamentos equivocados. Números que comprovam a dificuldade, principalmente na construção ofensiva do meio-campo. E também na zaga, que costuma dar tranquilidade. Mesmo assim, o time paranaense segue invicto sem levar gols atuando ao lado da torcida nesta temporada.

- Tivemos dificuldades de encaixar a marcação e de pegar a segunda bola, na dobra de marcação também. É aprender com o que aconteceu e podemos evoluir técnica e taticamente. É ter calma, equilíbrio. Erramos muitos passes, erramos em optar melhor na escolha do que fazer, mas faz parte do fortalecimento de ideias e vejo pontos positivos sim - completou.

O empate deixa o Paraná com quatro pontos e o Figueirense com um ponto. Na próxima rodada, o Figueira encara o eliminado Avaí no dia 22 de março, no Orlando Scarpelli. O Tricolor, com os três jogos realizados, precisa torcer por um empate ou triunfo avaiano - uma vitória por 1 a 0 ou 2 a 0 do time alvinegro também classifica a equipe paranaense, que tem dois gols de vantagens no saldo. O Londrina, com nove pontos, está classificado.

- Vejo como um cenário positivo, porque a combinação (para o Figueirense se classificar) é muito difícil de acontecer por ser um clássico da rivalidade. Estamos confiantes - finalizou.





E MAIS: