Paralimpíadas: Rodolpho Riskalla conquista inédita medalha de prata no hipismo brasileiro

·3 minuto de leitura


O cavaleiro Rodolpho Riskalla garantiu, nesta quinta, uma prata inédita para o Brasil no hipismo de Jogos Paralímpicos. O paulista de 37 anos ficou com o segundo lugar no adestramento grau IV (movimentações com limitações), no parque equestre Koji Baen, em Tóquio. Montando o cavalo Don Henrico, ele ficou com 74,659% de aproveitamento. Até hoje, o país só tinha quatro bronzes.

Como o torneio é misto, competem homens e mulheres, que dominaram o pódio. O ouro ficou com a holandesa Sanne Voets, que montou Demantur e anotou 76,585%. O bronze ficou com a belga Manon Claeys, que montou San Dior e teve aproveitamento de 72,853%. Ao todo, eram 15 cavaleiros e amazonas.

Entrosamento com Don Henrico

Foi também com Don Henrico, de 18 anos, que Rodolpho conquistou duas pratas nos Jogos Equestres Mundiais 2018, a Copa do Mundo do Hipismo realizada a cada quatro anos, que teve sua última edição em Tryon (EUA).

-Entrar no começo é sempre difícil. Tento me concentrar só no que está acontecendo entre nós, meu cavalo e eu. Não pude treinar nenhum dia sozinho na pista, então cria um pouco de tensão no começo, mas eu o conheço, vai relaxando. Deu tudo certo, fiquei super contente. Estou muito emocionado em competir em uma pista e um evento como esse... Dia 30 tem mais- destacou Rodolpho.

Agora, ele tem grande chances de garantir mais uma medalha para o Brasil, na próxima segunda, no estilo livre, às 4h (horário de Brasília).

História

Até 2015, Rodolpho competia no Adestramento Clássico. Naquele ano, porém, contraiu uma meningite bacteriana e como consequência da doença sofreu a amputação tibial das duas pernas, mão direita e dedos da mão esquerda. Apesar das adversidades voltou a montar.

Rodolpho está em Tóquio ao lado de sua mãe Rosangele Riskalla e Holga Finken, seus treinadores, sua irmã Victoria Riskalla que viajou com Don Henrico, equipe veterinária e Marcela Parsons, diretora Paraquestre da CBH e que também é treinadora de Sérgio Oliva. Este está em sua quarta Paralimpíada e estreia nessa sexta-feira, no Grau I, montando Milenium, às 4h8min no fuso brasileiro.

PROGRAMAÇÃO ADESTRAMENTO PARAEQUESTRE EM TÓQUIO

Sexta, 27/08
16:00 (Brasil 4:00) – Dressage Individual Test – grau 1
19:14 (Brasil 7:14) – Dressage Individual Test – grau 3

Sábado, 28/08
17:00 (Brasil 5:00) – Dressage Team Test to Music – grau 2
18:14 (Brasil 6:14) – Dressage Team Test to Music – grau 1
19:54 (Brasil 7:54) – Dressage Team Test to Music – grau 3

Domingo, 29/08
18:00 (Brasil 6:00) – Dressage Team Test to Music – grau 5
19:32 (Brasil 7:32) – Dressage Team Test to Music – grau 4

Segunda, 30/08
9:00 – Segunda inspeção veterinária (Brasil: 29/8, às 21h)
16:00 (Brasil 4:00) – Dressage Individual Freestyle Test – grau 4
17:14 (Brasil 7:14) – Dressage Individual Freestyle Test – grau 5
18:33 (Brasil 6:33) – Dressage Individual Freestyle Test – grau 3
19:47 (Brasil 7:47) – Dressage Individual Freestyle Test – grau 2
21:01 (Brasil 9:01) – Dressage Individual Freestyle Test – grau 1

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos