Paralimpíadas: Rejane Silva cai nas oitavas do tiro com arco e Alexandre Galgani não vai à final do esportivo

·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Brasil não somou bons resultados nas provas de tiro nesta quarta-feira nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Na carabina de ar 10m, Alxeandre Galgani acabou não conquistando vaga na final, enquanto Rejane Silva foi eliminada nas oitavas de final do tiro com arco.

+ Carol Santiago leva segundo ouro nas Paralimpíadas e Gabriel Bandeira conquista quarta medalha em Tóquio

Primeira a entrar em ação neste sétimo dia de competições nas Paralimpíadas, Rejane Silva, da classe W1, perdeu de virada para a britânica Victoria Rumary, por 115 a 107. A brasileira saiu na frente, com 15 a 14, mas perdeu as duas séries seguintes e não conseguiu reagir no final.

+ Maciel Santos e José Carlos Chagas conquistam medalha de bronze na bocha nos Jogos Paralímpicos

Já Alexandre Galgani, da classe SH2, ficou apenas na 10ª posição, com 633,9 pontos. Dos 37 competidores da prova, apenas oito se classificavam para a final. Medalha de prata no Parapan-Americano de Lima, o brasileiro ainda disputa mais uma prova de tiro esportivo em Tóquio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos