Paralímpiadas: Gabriel Araújo é ouro nos 200m livre classe S2 da natação; Carol Santiago faz história

·1 minuto de leitura


O Brasil encerrou o domingo com mais duas medalhas paralímpicas na natação. O mineiro Gabriel Araújo, de apenas 19 anos, ficou com o ouro nos 200m livre da classe S2 (pessoas com alto grau de deficiência física), após completar a prova em 4m06s52, no Cenro Aquático de Tóquio.

Antes, ele já havia faturado uma prata nos 100m costas. Gabriel "deixou" a prata com o chileno Alberto Abarza, que nadou bem abaixo: 4m14s17. O bronze ficou com o russo Vladimir Danilenko que nadou 4min15s95. Outro brasileiro na prova, Bruno Becker terminou em quarto lugar.

Carol Santiago quebra jejum

aria Carolina Santiago, a Carol, nadou um pouco antes de Gabriel e também fez bonito. A pernambucana de 36 anos ficou com o ouro nos 50m livre da classe S13 (para pessoas com deficiências visuais). Ela completou a prova em 26s82 e, de quebra, estabeleceu o novo recorde paralímpico.

A prata ficou com a russa Anna Krivshin, que nadou em 27s06 e o bronze foi da italiana Carlotta Gilli: 27s07. Desde 2004, uma brasileira não conquistava o topo em uma edição dos Jogos Paralímpicos. Na ocasião, Fabiana Sugimori também ganhou os 50m livre, em Atenas, na Grécia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos