Paraguai vence Chile (2-0) e avança às quartas de final da Copa América

·4 minuto de leitura
Jogadores paraguaios comemoram após derrotar o Chile por 2 a 0 na partida da fase de grupos da Copa América 2021, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, em 24 de junho de 2021

O Paraguai obteve nesta quinta-feira a classificação para as quartas de final da Copa América-2021 ao vencer o Chile por 2 a 0, pela penúltima rodada do Grupo A, em Brasília.

Braian Samudio marcou o primeiro gol de cabeça aos 33 minutos, e Miguel Almirón fez o segundo, de pênalti aos 56, dando a vitória à 'Albirroja', que terminou com um jogador a menos devido a uma lesão.

A equipe do técnico argentino Eduardo Berizzo conquistou assim uma vaga para a fase seguinte, depois de Argentina e Chile garantirem a classificação na terceira rodada.

"Acho que vencemos hoje porque fizemos um jogo completo na defesa e perigoso no ataque", disse Berizzo em entrevista coletiva virtual após o confronto.

Já o técnico da seleção chilena, Martín Lasarte, afirmou que o Chile fez "o pior" jogo sob seu comando.

O Chile havia previsto que o duelo, disputado no estádio Mané Garrincha, seria muito duro, já que jogaria com dois desfalques, por lesão, além do desgaste da equipe. Os chilenos pretendiam fechar a fase com o melhor posicionamento possível para tentar evitar o Brasil, mesmo dependendo de outros resultados. Mas não conseguiu.

Mais cedo, o Uruguai venceu a Bolívia por 2 a 0 em Cuiabá e também se classificou, enquanto a líder Argentina descansou nesta rodada.

- Vantagem aérea -

O Paraguai entrou em campo no estádio Mané Garrincha com uma nova receita, apostando em Ángel Romero no ataque e colocando o volante Alejandro 'Kaku' Gamarra no banco. Eduardo Berizzo usou um 5-3-2, mas mantendo sua ideia de profundidade, com Miguel Almirón encarregado de se lançar na ofensiva para surpreender a defesa chilena.

Já o Chile estava ciente de que um jogo "físico" os esperava, e sofreu com os dois desfalques, de Guillermo Maripán e Erick Pulgar, além do desgaste físico após o esforço de sua última partida contra o Uruguai na segunda-feira (1-1).

A primeira intervenção do goleiro Bravo foi em um chute do meia paraguaio Mathías Villasanti aos 14 minutos, que ele defendeu com segurança.

Uma das tentativas paraguaias terminou em escanteio na segunda trave que Braian Samudio acertou de cabeça ao subir na área aos 33 minutos, por cima da defesa chilena, da entrada da pequena área.

Foi aí que a seleção 'guarani' começou a fazer a diferença contra um adversário que parecia entregue, com uma atuação ruim que ainda piorou depois.

No segundo tempo, Gary Medel provocou um pênalti, que Almiron cobrou bem e converteu aos 56 minutos. Já abalado o Chile ainda perdeu Medel pouco depois, que deixou o campo com uma dor muscular.

Os chilenos depois reivindicaram uma penalidade por um suposto toque de mão na área paraguaia, que o árbitro colombiano Wilmar Roldán descartou após consulta ao VAR.

- "Profundidade e perigo" -

O Paraguai se mostrou um adversário difícil desde o início da competição, quando venceu a Bolívia por 3 a 1, e mesmo apesar de ter sido derrotado por 1 a 0 pela Argentina na última segunda-feira.

Na quarta-feira, o treinador paraguaio havia elogiado a solidez de sua equipe: "Qualquer treinador do grupo que for questionado, vai colocar o Paraguai como um adversário para se tomar cuidado", disse ele em entrevista coletiva. E ele considerou converter a posse de bola em "profundidade e perigo", para poder marcar gols.

Conhecedor de seu adversário, o treinador paraguaio avançou com pressão no 4-4-2, diante de vários jogadores que conheceu quando fez parte da comissão técnica do Chile entre 2007 e 2010 como auxiliar de Marcelo Bielsa.

A próxima partida dos paraguaios será na segunda-feira contra o Uruguai, noencerramento da fase de grupos, enquanto os chilenos voltam ao seu país para descansar visando a próxima fase.

Antes desta partida, a primeira vez que se encontraram desde 2017, os dois técnicos destacaram a paridade entre as equipes do grupo. Mas o Paraguai soube fazer a diferença.

--- Jogos e classificação do Grupo A da Copa América-2021:

- Já disputados:

Paraguai - Bolívia 3 - 1

Argentina - Chile 1 - 1

Argentina - Uruguai 1 - 0

Chile - Bolívia 1 - 0

Argentina - Paraguai 1 - 0

Uruguai - Chile 1 - 1

Chile - Paraguai 0 - 2

Bolívia - Uruguai 0 - 2

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Argentina 7 3 2 1 0 3 1 2

2. Paraguai 6 3 2 0 1 5 2 3

3. Chile 5 4 1 2 1 3 4 -1

4. Uruguai 4 3 1 1 1 3 2 1

5. Bolívia 0 3 0 0 3 1 6 -5

-- Próximos jogos (horário de Brasília):

28/06 (21h00): Uruguai - Paraguai

28/06 (21h00): Bolívia - Argentina

./bds/mls/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos