Para Tita, Pedro e Gabigol podem jogar juntos no Fla, mas não em todos os jogos

Marcelo Guimarães
·3 minuto de leitura
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - JULY 08: Pedro of Flamengo celebrates with his teammates Gabriel Barbosa and Bruno Henrique after scoring the first goal of his team during the match between Flamengo and Fluminense as part of the Taca Rio, the Second Leg of the Carioca State Championship at Maracana Stadium on July 8, 2020 in Rio de Janeiro, Brazil. The match is played behind closed doors and further precautionary measures against the coronavirus (COVID - 19) Pandemic. (Photo by Buda Mendes/Getty Images)
Gabigol e Pedro comemoram gol marcado pelo Flamengo (Buda Mendes/Getty Images)

É possível ter Pedro e Gabigol juntos no ataque do Flamengo? Esta é uma das questões mais debatidas pelo torcedor rubro-negro após a subida de produção do time na temporada, com a presença o camisa 21 e a lesão no tornozelo do número 9.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Um dos principais jogadores da história do clube e destaque nas conquistas da Libertadores e Mundial, em 1981, Tita não vê problemas em tê-los juntos, ao lado de Bruno Henrique, no ataque, embora acredite que a presença de Pedro não deva ser algo cativo.

Leia também:

- Eu acho que é possível que os dois joguem juntos. Em alguns jogos dá para colocá-los juntos. E o Domènec perdeu a oportunidade de já ter testado os dois antes da contusão do Gabigol. Isso já aconteceu com o Jorge Jesus, que já escalou os dois juntos, em algumas oportunidades. Neste caso, o Pedro jogaria mais centralizado e o Gabriel um pouco mais para o lado direito. Não vejo nenhum problema. Talvez, não todos os jogos porque, mais estático, o Pedro pode fazer o ataque do time com menos mobilidade.

Sobre o atual momento do clube carioca na temporada, Tita vê o Flamengo em ascensão, após entrar na briga pela liderança do Campeonato Carioca e garantir vaga na próxima fase da Libertadores.

- Estou vendo o Flamengo em uma ascensão. Conseguiu se recuperar na Libertadores depois da goleada para o Independiente del Valle. No Campeonato Brasileiro tem conseguido bons resultados, talvez até sem fazer bons jogos, mas tem vencido. O pessoal está entrando em forma, o Domènec Torrent está entendendo o que é o Campeonato Brasileiro. Volto a dizer, vejo o Flamengo em ascensão.

O ex-jogador aproveitou para defender o trabalho do técnico Domènec Torrent, que chegou a ser iniciado no início do seu trabalho. Tita vê a comparação com Jorge Jesus como algo injusto, já que dificilmente alguém repetirá a mesma campanha, com apenas 4 derrotas e 5 títulos.

- A etapa do Jorge Jesus no Flamengo foi boa e agradável. Para o torcedor, ele conseguiu lavar a alma dos rubro-negros porque ele conseguiu resultados que nenhum treinador, em tão pouco tempo de trabalho, vai conseguir. Com ele, o Flamengo perdeu apenas 4 jogos e ganhou 5 campeonatos, mas já é uma página virada. Qualquer treinador, mesmo sendo o melhor do mundo, não vai conseguir repetir o que ele fez e da forma como ele fez. Agora, chegou um novo treinador, que não conhecia o futebol brasileiro, diante de uma pandemia, o time tinha acabado de conquistar o Campeonato Carioca e os jogadores tiveram alguns dias de folga. Então, o Domènec conseguiu chegar no pior momento possível para iniciar um trabalho. Não é justo comparar os dois trabalhos. Ele acabou de chegar ao Brasil, os jogadores ainda estão recuperando a forma física e técnica. Por isso, é difícil compara o trabalho dos dois treinadores.

Principais adversários na luta pelo título brasileiro

Para Tita, no momento, o principal adversário na luta pelo título brasileiro é o Atlético-MG, elogiando o trabalho do técnico Sampaoli, embora não tenha descartado Palmeiras, São Paulo e Internacional. O jogador, porém, faz questão de colocar o elenco rubro-negro como o melhor do país.

- O Sampaoli está repetindo no Atlético-MG o ótimo trabalho que fez no Santos. Ele é um treinador muito intenso, está exigindo contratações, o time está fazendo bons jogos. É um excelente adversário, está jogando bem, não só dentro de casa, mas não é o único adversário. O Palmeiras e o São Paulo têm grandes times, assim como o Internacional. São as equipes que colocamos no pelotão da frente. Em relação ao plantel, o Flamengo é o melhor deles, está repleto de jogadores, lembrando que o terceiro time empatou com o Palmeiras, em São Paulo.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos