Para Sormani, Rogério Ceni 'não é uma pessoa de fácil trato' e atletas do Flamengo 'não gostavam dele como jogador'

LANCE!
·1 minuto de leitura


O comentarista Fabio Sormani afirmou, durante o Futebol na Veia da ESPN Brasil desta sexta, que o atual técnico do Flamengo Rogério Ceni é "muito antipático" e que parte do elenco rubro-negro "não gostavam dele como jogador". Para Sormani, no entanto, isso não é um demérito para Ceni ou seu trabalho, por qual ele tem "profunda admiração".

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2020 e simule os resultados

- É chato falar algo da pessoa quando é um pouco ofensivo. Ele é muito antipático, eu também sou. As vezes não é porque quer, a nossa natureza é assim, nos faz assim. Eu faço coisas as vezes que não gostaria de fazer, a gente é assim e ponto. Ele pouco ri, o riso dele não é contagiante, é cometido, ele não é uma pessoa de fácil trato e quando era jogador de futebol, ele jogou contra boa parte desses jogadores que estão no Flamengo e não gostavam dele como jogadores - explicou o comentarista.

- O Diego é um deles, não sei como é hoje. O Gabriel é a mesma coisa, Bruno Henrique, jogou contra também, Arão, Gustavo Henrique, Everton, Arrascaeta. Jogou com o Rodrigo Caio, que foi afastado do São Paulo, naquela época, o Rogério Ceni era um grande líder daquele time - completou Sormani, que ainda deu exemplos de outros trabalhos do técnico.

- As pessoas admiram o profissional que ele é, e eu tenho uma admiração profunda pela obsessão dele, mas até que ponto interfere no vestiário? No Cruzeiro isso aconteceu, ele comandou diversos jogadores que ele jogou contra - concluiu o comentarista.

​A próxima partida do Flamengo no Brasileirão será contra o Goiás, em Goiânia, no dia 18 de janeiro.