Para se classificar na Copa do Brasil, Corinthians terá que estabelecer sequência inédita desde o Paulistão

Alexandre Guariglia
·2 minuto de leitura


O Corinthians entra em campo nesta quarta-feira, às 21h30, com a difícil missão de eliminar o América-MG nas oitavas de final da Copa do Brasil. Na partida de ida, na Neo Química Arena, os mineiros triunfaram por 1 a 0, o que força o time paulista a vencer para se classificar e é aí que mora mais um desafio para Vagner Mancini e seus comandados, já que o Timão não consegue levar a melhor em duas partidas seguidas desde o Campeonato Paulista.

A última sequência de vitórias do clube nesta temporada aconteceu entre os dias 22 de julho e 2 de agosto, ou seja, há mais de três meses. No período, foram quatro triunfos pelo estadual: Palmeiras e Oeste, pela fase de grupos, Red Bull Bragantino, pelas quartas de final, e Mirassol, pela semifinal. De lá para cá, toda vitória foi acompanhada de uma derrota ou de um empate.

O Corinthians teve cinco oportunidades para estabelecer uma nova sequência, mas falhou nas cinco: contra Fortaleza, Botafogo, Sport, Flamengo e contra o próprio América-MG, adversário desta quarta-feira. Tudo isso fruto de uma oscilação crônica da equipe em 2020, que começou com Tiago Nunes, continuou com Dyego Coelho e tem dado sinais de repetição com Mancini.

A estreia do novo treinador, contra o Athletico-PR, rendeu uma vitória ao Timão, mas logo no jogo seguinte a equipe sofreu uma goleada para o Flamengo por 5 a 1. A recuperação veio contra o Vasco, com um triunfo por 2 a 1. No entanto, na sequência, o Alvinegro perdeu outra, dessa vez para o América-MG, em casa, na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

- Acredito que cada treinador quando chega procura estabelecer o mais rápido possível sua cara, não tem muito tempo de trabalho, então procuramos na conversa estabelecer a tática que o treinador quer adotar. São ideias bem legais, ele é aberto a opiniões, estamos todo mundo no mesmo barco, todo mundo quer pensar e executar da melhor maneira - analisou Ramiro, em entrevista coletiva na tarde da última terça-feira, antes de completar.

- Exceto nos jogos contra Flamengo (Brasileirão) e América-MG (Copa do Brasil), conseguimos implementar algumas situações, vamos buscar oscilar o menos possível para colher bons resultados - concluiu o meio-campista.

Após essa sequência intercalando vitória e derrota, o Corinthians conseguiu voltar a vencer diante do Internacional, no último sábado, abrindo uma nova chance de estabelecer uma série de vitórias e tentar começar a colocar um ponto final nessa oscilação, que tem prejudicado a temporada do clube.

Se conseguir vencer a segunda consecutiva, além de quebrar um jejum, Mancini poderá colocar o Alvinegro nas quartas de final da Copa do Brasil, uma vez que se o placar for por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis, e por dois ou mais gols de diferença a vaga será conquistada no tempo normal. Qualquer derrota ou empate, o time do Parque São Jorge estará eliminado.