Para Mauro Cezar, Brasil pode 'surpreender' na próxima Copa do Mundo

·1 minuto de leitura

Com as quartas de final da Copa América e da Eurocopa se aproximando, o jornalista Mauro Cezar Pereira analisou, durante o quadro "Fala, Maurão", as chances da Seleção Brasileira conquistar a Copa do Mundo de 2022, no Qatar. Para o comentarista, o Brasil pode surpreender mas tem que diminuir a distância para as equipes europeias. 

- "O que pode acontecer até a Copa do Mundo para que as seleções daqui consigam desenvolver um futebol melhor? Acho que não tem solução num curto prazo. E isso tem sido muito ruim para a Seleção Brasileira, porque ela praticamente só pode jogar contra sul-americanos por conta do calendário das seleções europeias - analisou o jornalista. 

Leia também:

- É muito difícil reduzir essa distância. Vai ser necessário um trabalho forte e alguns exercícios de imaginação, porque são poucas oportunidades para a Seleção Brasileira ser testada. O Brasil, mesmo com jogo muito conservador do Tite, se sobressai, fica muito acima dos outros. Não porque é espetacular, mas pela fragilidade que acerca nosso continente - acrescentou o comentarista. 

- Reduzir essa diferença para os europeus parece muito difícil, mas isso não significa que o Brasil não possa ganhar a Copa do Mundo. É um torneio eliminatório, e a Seleção tem um jogo extremamente cauteloso quanto à defesa. Se conseguir jogar defensivamente de forma eficiente e tiver momentos em que seu ataque funcione bem, e com Neymar isso é possível, sim, porque ele é muito acima da média, de repente o Brasil surpreende na Copa do Mundo - concluiu Mauro Cezar Pereira. 

A Seleção Brasileira volta a entrar em campo nesta sexta-feira para enfrentar o Chile pelas quartas de final da Copa América 2021. O Brasil se classificou para o mata-a-mata da competição liderando o Grupo B, com 10 pontos em quatro jogos. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos