Para manter Atlético-MG e conquistar Cruzeiro, gestora pretente ampliar Independência

O Independência pode ter o número de cadeiras ampliado nos próximos dias. A LuArenas, gestora do estádio, conversa com o América-MG a fim de alterar a capacidade de 23.018 pessoas para 30 mil lugares. A ideia da empresa é fidelizar o Atlético-MG e atrair o Cruzeiro.

Presidente da administradora do local, Bruno Balsimelli revela à Goal Brasil que a sua intenção é fazer com que o estádio conte com partidas dos dois principais clubes de Belo Horizonte.

“Hoje eu preciso fidelizar o meu principal cliente, que é o Atlético-MG. No ano passado, eu perdi alguns jogos do meu principal cliente por conta da capacidade do estádio. Ainda há a possibilidade de o Cruzeiro vir jogar no Independência os jogos em que queira ter até 30 mil pessoas. Sabe qual é a média do Cruzeiro hoje? 22 mil torcedores por jogo. Sabe qual é a do Atlético? 20 mil. Então, por que eles não podem jogar no Independência? Queremos os dois jogando lá. Imagina o caldeirão que seria jogar ali com 30 mil pessoas todo jogo. Aí eu consigo ter camarote, bares e outros setores. É mais atrativo”, avaliou.

O representante da gestora esteve na capital mineira na terça-feira (28) a fim de conversar com dirigentes do Coelho. Dois dos nove presidentes do clube estiveram no encontro e concordaram com a possibilidade de ampliação.

“Tivemos uma reunião com dois presidentes do América-MG na última terça-feira. A conversa foi produtiva e eles concordaram em nos ajudar. Expliquei que, no formato atual, o Independência é deficitário. A gente precisa tornar o estádio mais lucrativo. Hoje, cabem 23 mil pessoas no estádio. Por que não ampliar esta capacidade para 30 mil. Seria muito melhor para nós que houvesse a ampliação”, afirmou.

Torcida Cruzeiro Independência América-MG Cruzeiro Campeonato Mineiro 12032017


Gestora do Independência planeja atrair jogos do Cruzeiro para o local (Foto: Washington Alves/Cruzeiro/Light Press)

Se, por um lado, Bruno Balsimelli garante que conta com o aval do América, por outro, Alencar da Silveira Júnior, um dos mandatários do Coelho, garante que não há acordo ainda:

“Não tem nada disso. O América está disposto a conversar com a LuArenas para escutar a proposta e a possibilidade, mas não foi comunicado de nada. Tudo que sair na imprensa, neste momento, não tem validade, porque não fomos procurados”, comentou.