Covid-19: Contra "negacionismo suicida", Papa Francisco é vacinado no Vaticano

·1 minuto de leitura
Foto: AP Photo/Alessandra Tarantino
Foto: AP Photo/Alessandra Tarantino

O papa Francisco, 84 anos, foi vacinado contra a Covid-19 nesta quarta-feira (13), no primeiro dia da campanha de vacinação organizada pelo Vaticano.

Segundo o jornal argentino La Nacion, especialista na cobertura do Vaticano, o pontífice foi vacinado na entrada da sala de audiências Paulo VI, na cidade do Vaticano.

Leia também

Questionada sobre a imunização de Francisco, a Santa Sé ainda não confirmou oficialmente o fato.

Matteo Bruni, porta-voz do Papa, já havia anunciado o início da campanha de imunização para cerca dos cinco mil habitantes e funcionários do Vaticano.

No último domingo, Francisco já havia declarado que ele havia marcado sua vacinação, reforçando seu apoio ao programa de imunização ao redor do mundo. O pontífice classificou a oposição à vacina contra a Covid-19 como “negacionismo suicida” e ressaltou que tomar a vacina é uma “escolha ética essencial” para proteger vidas.

No último dia 9, o Vaticano confirmou a morte de Fabrizio Soccorsi, médico pessoal do Papa Francisco, morreu aos 78 por complicações decorrentes da Covid-19.

Assim como no Vaticano, a vacinação na Itália já começou. A previsão é que mais de 500 mil italianos já tenham recebido a primeira dose do imunizante.