Palmeiras vai bem na sua proposta e abre boa vantagem sobre o Grêmio

Alexandre Praetzel
Scarpa comemora o gol da vitória sobre o Grêmio, em Porto Alegre. Foto: Wesley Santos/Gazeta Press
Scarpa comemora o gol da vitória sobre o Grêmio, em Porto Alegre. Foto: Wesley Santos/Gazeta Press

O Palmeiras sairá de Porto Alegre com uma boa vantagem sobre o Grêmio nas quartas-de-final da Libertadores da América. A vitória de 1 a 0 com gol marcado por Scarpa, em chute de fora da área, determinou o resultado. Paulo Victor pulou atrasado e acabou falhando

O primeiro tempo apresentou o Palmeiras recuado demais e errando muitos passes, deixando o Grêmio sempre próximo à área, flertando com cruzamentos e chutes a gol, parando em Weverton. Aliás, o goleiro palmeirense foi muito seguro sempre que exigido, mostrando que está em boa fase. O Palmeiras foi para o vestiário ganhando, mas com ressalvas, pelo fato de praticamente não ter atacado.

Na segunda etapa, o quadro ficou claro. O Palmeiras voltou com mais disposição, encurtou o campo e sempre foi perigoso nos contra-ataques, com os espaços deixados pelo Grêmio. Scarpa,substituído erradamente por Felipão, era o responsável pelos principais lances.

O tricolor gaúcho ficou com a bola, mas foi ineficiente para furar o bom sistema defensivo. As conclusões que conseguiu, ficaram tranquilas para Weverton.

Aí, Felipe Melo foi expulso, com o segundo cartão amarelo, bem aplicados pelo árbitro. O volante chorou e o Palmeiras foi para trás, montando uma barreira para segurar a ofensiva gremista. E deu certo, com equilíbrio e jogo tático.

Agora, a decisão da vaga fica para o Pacaembu. O empate basta para o Palmeiras, mas nada está definido pelo tamanho e estilo de jogo do Grêmio. Certamente, será mais um confronto nervoso e equilibrado.