Palmeirenses são condenados por morte de corintiano em 2016

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Torcedores do Palmeiras foram condenados a 24 anos de prisão. Foto: Nelson Almeida/AFP via Getty Images
Torcedores do Palmeiras foram condenados a 24 anos de prisão. Foto: Nelson Almeida/AFP via Getty Images

Um crime envolvendo torcedores organizados em 2016 teve seu desfecho nessa semana. Quatro torcedores do Palmeiras foram condenados a 24 anos de prisão por espancarem e matarem um torcedor do Corinthians, após um clássico entre as duas equipes.

O crime aconteceu em 2016, em Itapevi, na Grande São Paulo e Daniel Candido da Silva, Jefferson Paulo da Silva, José Alex Sandro da Silva Júnior e Wesley Ramos Dantas Lopes, membros da torcida organizada Mancha Verde foram denunciados pelo Ministério Público no mesmo ano do crime.

Leia também:

A vítima foi um jovem 22 anos, integrante da torcida Gaviões da Fiel e estava acompanhada de sua namorada, que testemunhou o fato. Na ocasião, os criminosos cercaram o casal a bordo de um carro, mas a mulher conseguiu deixar o local.

O processo, afirma que os quatro torcedores condenados estavam com um quinto, Kaio Barbosa, que ainda será julgado. Eles se revezaram em golpes na região da cabeça, armados com barras de ferro.

A denúncia diz que o crime foi cometido por motivo fútil, sendo levada em consideração a rivalidade entre os membros de torcidas, e também levou em consideração o meio cruel, dificultando defesa e causando intenso e desnecessário sofrimento já que a vítima foi pega de surpresa.

A sentença foi publicada nesta quarta-feira (26), no Tribunal de Justiça de São Paulo, comarca de Itapevi, sendo que testemunhas foram ouvidas em interrogatórios e as partes se manifestaram com alegações finais.

O crime foi bastante comentando na época do ocorrido, principalmente nas redes sociais de torcedores corintianos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos