Palmeirenses lamentam eliminação e agradecem a torcida; Pottker também elogia rival

Verdão venceu por 1 a 0, mas foi a Ponte Preta quem se garantiu na final por ter feito 3 a 0 no jogo de ida

O Palmeiras foi eliminado pela Ponte Preta na semifinal em pleno Allianz Parque, mas os mais de 39 mil torcedores que compareceram ao jogo deram show apoiando o time até o fim. Na saída do gramado, os jogadores do Verdão fizeram questão de reconhecer isso. Apesar de ter vencido por 1 a 0, o Verdão não avançou à decisão por ter perdido o jogo de ida por 3 a 0.

“Estamos tristes, porque lutamos para sermos o primeiro colocado geral, para jogar a segunda partida sempre em casa e, infelizmente, não conseguimos. É agradecer o carinho da torcida, e pensar no Peñarol, pela Libertadores... A gente lutou e tentou, mas fizemos um jogo abaixo do esperado no primeiro duelo e não conseguimos reverter”, afirmou Dudu.

“É difícil ver no futebol de hoje um estádio cheio e a torcida fazer o que fez. A torcida é o nosso combustível. Eles deixaram carta de apoio para a gente. Trabalhamos pra caramba, com méritos para o Eduardo. Criamos, mas não deu para fazer os gols. Os torcedores reconheceram o nosso esforço e trabalho. Creio que Deus tem algo muito grande para a gente”, completou Felipe Melo.

Aliás, não foram apenas os jogadores do Palmeiras que falaram sobre a torcida. O atacante da Ponte Preta, William Pottker também fez questão de parabenizar os palmeirenses.

“Queria dar os parabéns para a torcida do Palmeiras que, mesmo sendo desclassificado, num campeonato em que era favorito, aplaudiu o time. E em nenhum momento eles bateram. Se fosse qualquer outra equipe ia começar a bater”, ressaltou.