Palmeiras vence de virada e afunda o Grêmio, que vê invasão após apito final

·4 min de leitura
PORTO ALEGRE, RS, 31.10.2021: GRÊMIO-PALMEIRAS - Raphael Veiga, jogador do Palmeiras, comemora seu gol - Partida entre Grêmio e Palmeiras, válida pelo Campeonato Brasileiro 2021, realizada na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), neste domingo. (Foto: Pedro H. Tesch/Agif/Folhapress)
PORTO ALEGRE, RS, 31.10.2021: GRÊMIO-PALMEIRAS - Raphael Veiga, jogador do Palmeiras, comemora seu gol - Partida entre Grêmio e Palmeiras, válida pelo Campeonato Brasileiro 2021, realizada na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), neste domingo. (Foto: Pedro H. Tesch/Agif/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Palmeiras começou outubro enfrentando críticas pelo futebol apresentado e distante do líder do Campeonato Brasileiro. Poucas semanas depois, a equipe alviverde termina o mês saboreando a quarta vitória em quatro jogos e na vice-liderança do Nacional. A boa sequência permite ao time de Abel Ferreira voltar a sonhar com o título da competição.

Neste domingo (31), o clube paulista venceu o Grêmio por 3 a 1, de virada, em partida movimentada e nervosa em Porto Alegre. Após o jogo, torcedores gremistas invadiram o campo e danificaram a cabine o VAR. A equipe gaúcha, em penúltimo na tabela, vive um drama no Nacional.

Com o resultado, o Palmeiras chegou aos 52 pontos e pulou para o segundo lugar no Brasileiro. A nove rodadas do fim, a equipe diminuiu para sete pontos a diferença em relação ao líder Atlético-MG, que tem um jogo a menos e foi derrotado pelo Flamengo neste sábado (30).

Raphael Veiga, autor dos dois gols palmeirenses, foi o destaque do jogo. A partida foi especial também para o técnico português Abel Ferreira, que completou um ano na equipe do Palmeiras neste sábado. O técnico tem contrato até o fim de 2022 e tem no currículo os títulos da Libertadores e da Copa do Brasil. Ele também ficou com os vices da Supercopa, Recopa Sul-Americana e Campeonato Paulista.

Contra o Grêmio, Ferreira optou por escalar Gustavo Scarpa na equipe titular. Líder de assistências da equipe em 2021, o meia entrou no lugar do atacante Luiz Adriano, que enfrenta má-fase.

A mudança surtiu efeito. Logo no início, Scarpa acertou a trave em cobrança de falta. Durante toda a partida ele foi um dos mais participativos e deu trabalho à zaga adversária pelo lado direito.

Foi o Grêmio, entretanto, que abriu o placar ainda. Douglas Costa aproveitou falha de Marcos Rocha, ganhou a jogada e cruzou para Diego Souza empurrar para as redes aos 9 minutos. Quando a equipe tinha a vantagem no placar, o atacante gremista quase marcou o segundo em cabeceio que obrigou Weverton a fazer ótima defesa.

A virada palmeirense aconteceu ainda no primeiro tempo. Thiago Santos cometeu erro infantil em cima de Marcos Rocha aos 42 minutos. A penalidade foi convertida por Raphael Veiga. Poucos depois, aos 49 minutos, ele fez o segundo em chute forte de fora da área.

Atrás do placar, o Grêmio se mostrou nervoso. Os jogadores, em vários momentos, tentaram pressionar o árbitro Savio Pereira Sampaio, que distribuiu quatro cartões amarelos para atletas da equipe gaúcha. No intervalo, o técnico Vagner Mancini foi reclamar com o árbitro e recebeu cartão amarelo. A equipe gaúcha está em penúltimo lugar, com 26 pontos, e vive situação delicada no Brasileiro.

No fim do jogo, o drama aumentou após Elias balançar as redes, mas ver o gol ser anulado pelo VAR, por impedimento. A frustração ainda aumento quando, minutos depois, Breno Lopes fez o terceiro do Palmeiras.

A vitória manteve ao Palmeiras tabu sobre o rival. O time alviverde não perde para a equipe do Sul desde novembro de 2019, quando foi superado por 2 a 1, em confronto também pelo Nacional. Depois, aconteceram seis duelos, com quatro vitórias da equipe alviverde e dois empates.

A sequência inclui a decisão da Copa do Brasil de 2020, realizada já em 2021. Na ocasião, os comandados de Abel Ferreira triunfaram em Porto Alegre (1 a 0) e em São Paulo (2 a 0), ficando com o título, o quarto da competição na história do clube.

A próxima rodada do Brasileiro será de clássicos. O Palmeiras volta a campo pela competição contra o Santos, no domingo (7), na Vila Belmiro. Um dia antes, o Grêmio enfrenta o Internacional, no Beira-Rio.

GRÊMIO

Brenno; Vanderson, Kannemann, Geromel e Cortez; Thiago Santos (Lucas Silva), Villasanti (Campaz) e Jean Pyerre (Jhonata Robert); Douglas Costa, Alisson (Churín) e Diego Souza (Elias Manoel). T.: Vagner Mancini

PALMEIRAS

Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Piquerez; Felipe Melo, Zé Rafael (Danilo), Raphael Veiga (Breno Lopes), Dudu (Luiz Adriano) e Scarpa (Wesley); Rony (Danilo Barbosa). T.: Abel Ferreira

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Público e renda: 14.207 presentes; R$ 650.212,00

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)

Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Junior (DF)

VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (FIFA-MG)

Cartões amarelos: Kannemann, Jean Pyerre, Thiago Santos, Alisson e Vagner Mancini (técnico, GRE); Felipe Melo e Luan (PAL)

Gols: Diego Souza (GRE), aos 9', e Raphael Veiga (PAL), aos 45' e aos 49'/1ºT; Breno Lopes (PAL), aos 49'/2ºT

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos