Com Scarpa inspirado, Palmeiras vence o Sport e segue colado no líder do Brasileirão

·4 minuto de leitura


Em partida válida pela nona rodada do Campeonato Brasileiro 2021, o Palmeiras venceu o Sport por 1 a 0, na Ilha do Retiro. Com o resultado, o Verdão chegou aos 19 pontos e está em terceiro lugar, dois atrás do líder Bragantino, que derrotou o São Paulo. Já o Leão se manteve na 16º colocação, com seis pontos.

>> ATUAÇÕES: Em grande fase, Scarpa dá vitória ao Palmeiras em Recife

Domínio amplo Alviverde, mas sem objetividade

O começo do jogo na Ilha do Retiro foi de muita superioridade do Palmeiras, com o Sport esperando para armar um contra-ataque e deixando a bola ficar com os visitantes, que tinha muito a posse, mas não conseguia converter em chances perigosas, facilitando o trabalho do goleiro Mailson apesar do alto número de chutes na primeira etapa.

O Leão não chegou a incomodar a defesa palmeirense e chegou a trocar passes perto da área de ataque, entretanto sem muita movimentação para achar os homens de ataque livres para finalizarem no gol de Jailson.

Gustavo Scarpa mais uma vez comandou o ataque rumo ao gol

Com o Palmeiras tendo a posse da bola na maior parte do tempo, faltava chegar com mais perigo ao gol do Sport e foi quando Scarpa começou a ser mais participativo no jogo que o time paulista passou a criar as melhores chances. Primeiro com Deyverson, que acertou belo chute e exigiu difícil defesa de Mailson. Em seguida, o camisa 14 cobrou falta com perigo e deixou o Verdão mais perto de abrir o placar.

Após jogada pela lateral de Danilo, Gustavo Scarpa apareceu na área para completar o cruzamento e chutou para o fundo do gol e abrindo o placar de um jogo controlado pelo Alviverde. O Sport buscou mostrar reação ainda no primeiro tempo com Júnior Tavares, que chutou cruzado com muito perigo, mas não passou disso e o Palmeiras foi para o intervalo com a vantagem mínima no placar.

Sport volta melhor mas o Palmeiras seguia ligado

Na volta do intervalo, o Sport passou a ficar mais com a bola e começou a chegar com mais frequência ao campo de ataque, enquanto que o Palmeiras esperava mais no campo de defesa para recuperar a posse e partir para cima da defesa mandante desarrumada e ampliar o placar fora de casa.

O momento de pressão do Sport foi diminuindo aos poucos, porém o jogo ia ficando mais morno com o controle da equipe mandante, mas que não conseguia incomodar mais tanto a defesa adversária. O equilíbrio na partida era evidente mas com o Sport buscar um empate pelo alto. Abel Ferreira modificou o ataque na metade da etapa final com intuito de matar o jogo.

Jogo continuou equilibrado com o Palmeiras apostando nos contra-ataques

O restante do segundo tempo seguiu a tônica da volta do intervalo e o Sport criava a maior parte das chances, principalmente com cruzamentos para os centroavantes e o Alviverde focava nos contra-ataques, ainda mais após a entrada de Rony, que é a principal arma de velocidade do time.

Nenhum dos goleiros fez grandes defesas na etapa final e apesar da pressão maior da equipe de Recife, a zaga palmeirense conseguiu evitar que as oportunidades se transformassem em finalizações perigosas.

No próximo jogo, o Sport visita o Atlético-GO pela décima rodada do Brasileirão, no dia 07/07, às 18h15. Já o Palmeiras recebe o Grêmio no Allianz Parque, também no dia 07, às 19h.

Ficha técnica
SPORT 0 x 1 PALMEIRAS
Local: Ilha do Retiro
Data-Hora: 04/07/2021 – 16h
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira - AB/RN
Assistentes: Jean Marcio dos Santos - AB/RN e Lorival Candido das Flores - AB/RN
VAR: Daniel Nobre Bins - AB/RS, Lucio Beiersdorf Flor - AB/RS e Paulo Jorge Alves - CBF/RJ
Público/renda: Portões fechados
Cartões amarelos: Zé Welison (SPO); Marcos Rocha (PAL)
Cartões vermelhos: -
Gol: Gustavo Scarpa (38’/1ºT) (0-1)

SPORT: Mailson; Hayner, Rafael Thyere, Sabino e Júnior Tavares; Marcão e Zé Welison; Neílton (Paulinho Moccelin, 11'/2ºT), Thiago Neves e Everaldo (Tréllez, 00'/2ºT); André (Maxwell, 35'/2ºT). Técnico: Umberto Louzer.

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Luan, Felipe Melo e Renan; Danilo e Zé Rafael (Gabriel Menino, 32'/2ºT); Gustavo Scarpa (Danilo Barbosa, 21'/2ºT), Raphael Veiga (Rony, 21'/2T) e Breno Lopes (Willian, 21'/2ºT); Deyverson (Victor Luís, 37'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos