Palmeiras terá 11 dias sem jogos e pode passar na Liberta até perdendo

Após a derrota para o Jorge Wilstermann na Bolívia, o Palmeiras terá 11 dias de preparação até o início do Campeonato Brasileiro, contra o Vasco, no Allianz Parque. Pela Libertadores, a próxima partida será apenas no dia 24 de maio, contra o Atlético Tucumán (ARG), na Argentina.

O intervalo será importante para Eduardo Baptista corrigir os problemas recentes do Verdão, especialmente na defesa, que tem sofrido muitos gols - foram oito em cinco partidas na Copa. Após o confronto com o Cruz-Maltino, o Palmeiras ainda pega o Internacional pela Copa do Brasil (dia 17), Chapecoense pelo Brasileiro (dia 20) e então o Tucumán.

Líder do Grupo 5 com dez pontos, o Verdão vai enfrentar os argentinos ainda com situação confortável. Quatro diferentes situações garantem a vaga para o time de Eduardo Baptista na última rodada da fase de grupos na Libertadores.

Por já estar em primeiro lugar, obviamente uma vitória garante o time nas oitavas de final. Um empate em casa também serve para o atual campeão brasileiro, e inclusive derrotas por um gol de diferença para o Tucumán. Mesmo se nenhum dos três resultados acontecerem, caso o Jorge Wilstermann (BOL) seja derrotado pelo Peñarol (URU), mesmo assim o Palmeiras está classificado.

Nesta quinta, o Verdão fará um trabalho na Bolívia e depois viaja de volta a São Paulo. Na sexta-feira, o treino será de manhã, sem a presença de jornalistas.







E MAIS: