Palmeiras tenta melhorar contra rivais da parte de cima da tabela

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No Campeonato Brasileiro, o Palmeiras tem apenas 36% de aproveitamento contra os rivais que estão na metade de cima da tabela. É um desempenho que tem colocado em cheque a luta do time para se manter na briga pelo título.

Foram apenas quatro vitórias contra os times que estão entre os 10 primeiros colocados. E a equipe de Abel Ferreira só conseguiu ganhar de adversários que estão fora do grupo dos quatro primeiros colocados -venceu Athletico (7º), Internacional (8º), Fluminense (9º) e América-MG (10º).

Neste sábado (9), a equipe alviverde terá mais uma chance de melhorar seu desempenho contra os times mais fortes. Às 21h, enfrenta o Bragantino, no Allianz Parque, partida que será exibida pelo canal Premiere.

No primeiro turno, a equipe do interior paulista ganhou dos palmeirenses em casa por 3 a 1. Na ocasião, Ytalo marcou os três gols dos mandantes. Breno Lopes foi quem descontou.

O carrasco alviverde deverá ser titular novamente neste sábado. O time de Abel, por outro lado, voltará a jogar com algumas baixas importantes, como Weverton, Gustavo Gómez e Piquerez, convocados para suas respectivas seleções para jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo.

Sem poder contar com eles desde a última rodada, o Palmeiras amargou no meio de semana uma derrota de virada para o América-MG, por 2 a 1, e chegou ao terceiro jogo seguido sem vencer. Nos últimos dez compromissos pelo Nacional, só venceu duas vezes, empatou outras duas e perdeu seis.

A pressão sobre o elenco alviverde, sobretudo em cima do treinador português, só não é maior porque a equipe está na final da Libertadores. Na decisão, vai encarar o Flamengo, em jogo único, no dia 27, em Montevidéu, no Uruguai.

Por outro lado, os tropeços no Brasileiro preocupam a comissão técnica, pois podem abalar a equipe até chegar a data do confronto pelo torneio continental. Além disso, Abel não jogou a toalha no Brasileiro e ainda sonha com o título.

De acordo com o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, o Palmeiras tem apenas 2% de chances de ser campeão brasileiro. Com 39 pontos, o time está 11 atrás do líder Atlético-MG, que soma 50.

PALMEIRAS

Jailson; Gabriel Menino, Renan, Luan e Jorge; Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Rony, Dudu e Luiz Adriano. T.: Abel Ferreira

BRAGANTINO

Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Luan Cândido; Jadsom, Eric Ramires e Praxedes; Artur, Cuello e Ytalo. T.: Mauricio Barbieri

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Horário: 21h (de Brasília)

Árbitro: Rafael Traci (SC)

VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos