Palmeiras tenta empurrar Deyverson para o Getafe até dezembro

Yahoo Esportes
Deyverson tem seis jogos e um gol pelo Getafe até agora (Rico Brouwer/Getty Images)
Deyverson tem seis jogos e um gol pelo Getafe até agora (Rico Brouwer/Getty Images)

O principal objetivo do Palmeiras em relação a Deyverson segue sendo sua venda para o Getafe. Mas, em meio às negociações com o clube espanhol, o Verdão já deixou claro que não quer o centroavante de volta ao Allianz Parque em hipótese alguma neste ano.

Vale lembrar que o empréstimo firmado entre os clubes por Deyverson se encerra em 30 de junho. Como o futebol na Europa foi paralisado por causa do Coronavírus, o Getafe procurou o Palmeiras solicitando a prorrogação do atual empréstimo até setembro. O Verdão, porém, quer a extensão até dezembro.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Tudo para não correr o risco de ter Deyverson de volta na metade da temporada brasileira - a tendência é de que o Campeonato Brasileiro e a Libertadores estejam sendo disputados neste momento. E o fato de o atacante ganhar R$ 500 mil mensais, entre salários e luvas, é o grande problema de seu retorno. Além, é claro, do fato de a diretoria e a comissão técnica não contarem com Deyverson.

É importante frisar que a prorrogação do empréstimo até setembro ou dezembro não alteraria em nada as cláusulas do atual contrato que obrigam o Getafe a comprar o brasileiro. São três situações que determinam a aquisição por parte dos espanhóis: classificação para competições europeias, jogos e gols.

Hoje, a 11 rodadas do fim do Campeonato Espanhol, o Getafe é o quarto colocado, posição que lhe garantiria vaga na Liga dos Campeões. O clube pode até perder mais duas posições que ainda assim seria obrigado a comprar Deyverson, já que o quinto e o sexto colocados vão para a Liga Europa. Porém, a distância do Getafe para o Valencia, no sétimo lugar, é de apenas quatro pontos.

Em relação aos gols, dificilmente o centroavante baterá a meta estabelecida: ele marcou apenas uma vez e precisaria chegar a nove. O único gol se deu na classificação em cima do Ajax, em plena Liga Europa.

Já sobre o número de partidas, neste momento o objetivo de disputar 50% estaria sendo cumprido. Desde sua apresentação, em 22 de janeiro, ele atuou em seis dos nove jogos da equipe, com 66% de participação.

Leia também