Palmeiras tem Paulinho em 'lista', mas considera negócio difícil

Paulinho pode assinar pré-contrato com qualquer clube a partir de janeiro  (Foto: Divulgação/Bayer Leverkusen)



Uma notícia vinda da Alemanha agitou os torcedores do Palmeiras nesta terça-feira. Segundo o canal Sky Sports, Paulinho, do Bayer Leverkusen, teria afirmado que gostaria de jogar no Verdão a partir do meio de 2023. O jogador é monitorado pelo Alviverde, que vê o negócio como difícil pelos valores e pela concorrência no mercado.


> Relembre as contratações do Palmeiras na Era Anderson Barros
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

Aos 22 anos, o atacante declarou recentemente que vai deixar o clube alemão e assinará um pré-contrato no início de 2023, uma vez que seu vínculo termina em 30 de junho do próximo ano. Ele, no entanto, não deu pistas sobre qual seria o time que irá defender.

Com isso, as especulações começaram, incluindo essa informação da Sky Sports da Alemanha, que diz que Paulinho gostaria de defender o Palmeiras. A reportagem do LANCE! buscou confirmar essa notícia com pessoas próximas ao atacante, porém houve somente a sinalização de que ele não ficará mesmo no Leverkusen.

O LANCE! também foi atrás de fontes no Verdão para entender o que o clube pensa do jogador. A informação apurada foi de que Paulinho faz parte de uma lista de atletas que o Alviverde monitora há algum tempo, tanto pelo contrato próximo do término, quanto pela qualidade do brasileiro, que se encaixa na filosofia de contratações.

No entanto, os dirigentes palmeirenses veem o negócio como difícil não apenas pelos altos valores envolvidos em uma possível tentativa, mas também por conta da concorrência. O Atlético-MG, por exemplo, é apontado como quem está mais avançado nas tratativas. Até aqui, o Palmeiras não recebeu sinalização sobre a vontade do jogador.

Antes de ir para o Leverkusen, em 2018, Paulinho jogava no Vasco, onde foi revelado. Na Alemanha, porém, acabou não conseguindo se firmar e sofreu com lesões. Nesta temporada, por exemplo, o jovem marcou apenas um gol e disputou sete partidas (quatro pela Bundesliga, uma pela Copa da Alemanha e duas pela Champions).