Palmeiras somou bom histórico contra uruguaios, mas teve tristeza contra Peñarol

Verdão costuma vencer times do Uruguai, mas já perdeu uma Libertadores para o adversário desta quarta-feira (26)

Ao longos dos seus 102 anos de história, o Palmeiras somou um bom retrospecto histórico contra times uruguaios na Copa Libertadores. Uma das poucas tristezas, porém, foi justamente contra o Peñarol, adversário desta quarta-feira (26), às 21h45 (de Brasília).

O Palmeiras já enfrentou times uruguaios 18 vezes na Libertadores. O Verdão acumulou 9 vitórias, 5 empates e 6 derrotas. Foram marcados 30 gols e sofridos 23. 

Contra o Peñarol, o retrospecto do Verdão também é ótimo. No geral, somando todas competições, os times já se enfrentaram 21 vezes, com 10 vitórias do Palmeiras, 9 empates e só 3 vitórias dos uruguaios. 

O único problema é que o Peñarol evitou o primeiro título do Palmeiras na Copa Libertadores. Foi em 1961, quando o time uruguaio venceu por 1 a 0 em casa e depois segurou empate por 1 a 1 no Pacaembu. 

Outro trauma contra uruguaios, mas esse mais recente, foi contra o Nacional-URU. Grande parte do elenco atual do Palmeiras enfrentou esse time duas vezes na Libertadores do ano passado e foi derrotado em ambas oportunidades. Isso acabou resultando na eliminação da equipe na fase de grupos. 

O Palmeiras terá a chance de espantar esses fantasmas e manter o bom retrospecto contra uruguaios nesta quarta-feira (26), às 21h45 (de Brasília). O jogo contra o Peñarol será em Montevidéu e vale pela quarta rodada do Grupo 5 da Libertadores.