Palmeiras recebe grandes personalidades em festa dos 105 anos

Gazeta Press

Nesta segunda-feira, o Palmeiras organizou uma festa para celebrar o 105º aniversário do clube. Além da presença de dirigentes de outros clubes, o evento também contou com Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, e Delegado Olim, presidente do TJD (Tribunal de Justiça Desportiva). Perguntado sobre o convite feito aos dois executivos, Maurício Galiotte limitou-se a dizer que a comemoração é um “momento institucional” do clube.

“Esse é um momento do Palmeiras, um momento institucional. Esse é um momento de 105 anos de história, de muito sucesso. Então, o Palmeiras como instituição convida os demais clubes, vários estão aí, é um respeito para conosco, a gente agradece profundamente a presença de outros presidentes. Convidamos também todas as entidades que participam do futebol, esse é o momento do Palmeiras”, afirmou Galiotte.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Galiotte evitou comentar sobre uma possível reaproximação com a FPF (Foto: Reprodução/TV)

O Palmeiras está rompido com a FPF desde a final do Campeonato Paulista de 2018, quando o Corinthians sagrou-se campeão após vencer o Verdão na disputa de pênaltis. O Alviverde afirma que foi prejudicado por conta de uma intervenção externa no lance de pênalti inicialmente assinalado de Ralf em Dudu. O árbitro voltou atrás e não marcou a infração, revoltando os palmeirenses.

Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, está na festa. Assim como Antonio Olim, presidente do TJD. #GazetaVerdao pic.twitter.com/zRY6hGms66

— Bruno Ceccon (@b_ceccon) August 26, 2019


Desde então, o Palmeiras não envia representantes para reuniões e encontros organizados pela federação. Em março deste ano, Reinaldo Carneiro Bastos revelou que a entidade tem a intenção de buscar a reaproximação com o clube a partir do diálogo, respeitando o trabalho realizado pelo time.

Além disso, o Delegado Olim envolveu-se em uma polêmica com o Verdão no início de 2019. Após a primeira partida das quartas de final do Campeonato Paulista, o Palmeiras reclamou sobre uma irregularidade no gol marcado pelo Novorizontino. Em resposta, o presidente do TJD afirmou que chamar o campeonato de “Paulistinha” era motivo de vergonha para o Alviverde, dizendo “vamos ganhar na bola, no jogo, vamos parar de chorar”.

Leia também