Palmeiras quer nova vitória para ficar perto de vantagem na final

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Palmeiras pretende deixar de lado a vantagem construída no primeiro jogo das quartas de final do Paulista, quando venceu o Novorizontino por 3 a 1, e buscar mais um triunfo nesta sexta-feira (7), às 21h, no Pacaembu.

Com esse resultado, o clube alviverde ficaria mais próximo de garantir a vantagem de disputar o segundo jogo da decisão --caso se classifique-- como mandante.

Com a vitória sobre o rival no jogo de ida, a equipe de Eduardo Baptista pode perder por até um gol de diferença que mesmo assim avança para a semifinal. Caso o adversário vença por dois gols de vantagem, o classificado será conhecido nos pênaltis.

Atualmente, o Palmeiras tem a melhor campanha da competição com 28 pontos. Se vencer novamente, o time precisaria provavelmente de apenas um triunfo na semifinal para ter a vantagem.

Com 25 pontos na classificação geral, a Ponte Preta tem hoje o segundo melhor desempenho entre os clubes que avançaram às quartas.

O time de Campinas venceu a primeiro partida diante do Santos por 1 a 0 e agora joga por um empate no segundo confronto, marcado para segunda-feira (10), às 20h, no Pacaembu.

O confronto desta sexta servirá também para o técnico Eduardo Baptista definir o time titular que enfrenta o Peñarol, na quarta-feira (12), às 21h45, pela Libertadores, no Allianz Parque.

"Mais do que isso, é a necessidade de se fazer um bom jogo, um jogo envolvente, agressivo. Estamos fazendo para conseguir vencer, passar e também ter motivação maior para o jogo de quarta-feira pela Libertadores", disse o treinador, que confirmou Edu Dracena como titular.

O zagueiro formará dupla com o colombiano Mina. Assim, Vitor Hugo ficará como opção no banco de reservas.

Apesar de confirmar a mudança no sistema defensivo, o comandante palmeirense ainda não divulgou o time titular. Ele afirmou que tem uma dúvida para definir o substituto de Róger Guedes, expulso no último domingo.

O meio-campista venezuelano Guerra, recuperado de uma fratura no nariz, e o atacante Keno brigam pela vaga.

PALMEIRAS

Prass; Fabiano, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo; Willian, Dudu, Tchê Tchê e Keno (Guerra); Borja. Téc.: Eduardo Baptista

NOVORIZONTINO

Michael; Moacir, Domingues, Diego Sacoman e João Lucas; Éder, Doriva e Fernando Gabriel; Roberto, Henrique e Everaldo. Téc.: Silas Pereira

Juiz: Flávio Rodrigues de Souza.

NA TV

21h Pay-per-view