Palmeiras não perde por três gols de diferença há mais de um ano

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


Ainda que Abel Ferreira tenha que lidar com a ausência de 19 atletas para o confronto de volta diante do Ceará, no Castelão, o retrospecto sugere que a vitória por 3 a 0 no primeiro duelo deve ser suficiente para o Palmeiras confirmar a classificação às semifinais da Copa do Brasil.

Isso porque, há mais de um ano, o Palmeiras não sabe o que é perder por três gols de diferença. O último adversário que venceu o Alviverde pelo placar que levaria a decisão desta quarta-feira para os pênaltis foi o Flamengo, quando aplicou 3 a 0, no Maracanã, em partida válida pelo Brasileirão de 2019.

Gabriel Barbosa, duas vezes, e De Arrascaeta foram os autores dos gols que sacramentaram a derrota naquele primeiro de setembro, dia que marcou o fim da terceira passagem de Luiz Felipe Scolari à frente do Verdão.

Levando em consideração apenas confrontos válidos pela Copa do Brasil, a última vez que o Palmeiras saiu derrotado por três gols de diferença foi na Vila Capanema, diante do Athletico, nas oitavas de final de 2013.

Depois de ter vencido o primeiro confronto pelo placar mínimo, a equipe então comandada por Gilson Kleina viajou ao Paraná e foi derrotada por 3 a 0. Éderson, duas vezes, e o experiente Paulo Baier comandaram o triunfo do Furacão.

Ceará e Palmeiras se enfrentam na quarta-feira (18), às 19 horas (horário de Brasília), com transmissão do SporTV.