Palmeiras merece a melhor campanha da Libertadores. Santos renasceu

·2 minuto de leitura
Abel Ferreira montou uma estratégia que deu certo no resultado conquistado contra o Independiente Del Valle. Foto: Marcello Zambrana/AGIF
Abel Ferreira montou uma estratégia que deu certo no resultado conquistado contra o Independiente Del Valle. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

A equipe do Palmeiras tem a melhor campanha da primeira fase da Libertadores da América com 100% de aproveitamento, 12 pontos em quatro jogos disputados e vaga nas oitavas-de-final. A vitória de 1 a 0 sobre o Independiente Del Valle mostrou um time muito eficiente dentro da estratégia do técnico Abel Ferreira, batendo um adversário que não perdia há 30 jogos como mandante. 

O português segurou a equipe defensivamente, saindo para o contra-ataque. No único encaixe, o Palmeiras conseguiu o pênalti sofrido por Luiz Adriano, após lance puxado por Veiga, autor do gol. O Del Valle ficou com a bola e foi dominante com a posse, mas não teve tantas chances criadas. 

Leia também:

Na segunda etapa, o confronto virou ataque contra defesa, com destaques para os três zagueiros palmeirenses, Gómez, Luan e Renan, espantando todos os lances. A ideia de Abel deu certo, mas será discutível quando os resultados não acontecerem. Por enquanto, merece todos os créditos. 

Já o Santos voltou a se regenerar, verbo utilizado pelo blog para destacar a capacidade de recuperação santista. O triunfo sobre o Boca Juniors recolocou o Santos na briga, superando os argentinos na classificação. Agora, serão dois duelos decisivos contra Strongest, na altitude de La Paz, e Barcelona, em Guaiaquil. Jamais dá para duvidar do Santos, mesmo com todos os seus problemas para contratar e reforçar o elenco. 

Fernando Diniz estreou com estrela, mas foi expulso. Apesar do lance não ter mostrado nada grave, Diniz recebeu o cartão vermelho junto com Miguel Russo, treinador do Boca Juniors. Isso manchou seu trabalho, de acordo com a opinião do blog. Que ele tenha mais calma na área técnica para não pagar pelo rótulo de explosivo. Os árbitros não são mais condescendentes com reclamações e gestos ofensivos. 

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos