Palmeiras mantém sina de não vencer ninguém da Série A em 2020


Além de irritar os torcedores por ser um tropeço diante do arquirrival, a derrota do Palmeiras para o Corinthians, por 1 a 0, expõe uma sina que incomoda na temporada. O time do técnico Vanderlei Luxemburgo ainda não conseguiu vencer nenhum clube que disputará a Série A do Brasileiro de 2020.

Antes do Dérbi, o Palmeiras já tinha encarado outros três oponentes da elite nacional ao longo da primeira fase do Estadual. Empatou por 0 a 0 diante do São Paulo, em Araraquara, e do Santos, no Pacaembu, e perdeu por 2 a 1 para o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista - era a única derrota nesta quinta passagem de Luxemburgo pelo clube até o clássico em Itaquera.

Com somente dois pontos somados em 12 possíveis nesses encontros, o aproveitamento do Palmeiras diante de rivais de Série A é de apenas 16,6%. Pesa ainda o fato de que, se sofreu dois gols nesses quatro confrontos, o time balançou as redes somente uma vez, com Dudu, já negociado com o Al Duhail, do Qatar, convertendo pênalti na derrota para o Red Bull Bragantino.

Agora, o Verdão terá pela frente um rival da elite nacional, no máximo, nas semifinais do Paulista, caso chegue até lá. A equipe se despede da primeira fase recebendo o Água Santa, neste domingo, no Allianz Parque, e enfrentará o Santo André na semana que vem, pela quartas de final.

Porém, o Brasileiro já está próximo de começar. O primeiro compromisso do Palmeiras na competição será no dia 9, recebendo o Vasco. Mas a programação de Luxemburgo é de que o time comece o torneio nacional em condições mais próximas das ideais do que as que encontrará nessas partidas que marcam a retomada do Paulista depois da pausa por conta da pandemia da Covid-19.

- Queremos ganhar esse Campeonato Paulista, obviamente. Mas já dará para começar o Campeonato Brasileiro com um ritmo diferente - projetou o treinador, que terá, no máximo, mais cinco partidas antes de estrear no Brasileiro, somando o duelo diante do Água Santa, as quartas de final e semifinal em jogos únicos e a final em dois confrontos.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também