Palmeiras inicia semana na altitude podendo se classificar na Libertadores

*ARQUIVO* SÃO PAULO - SP - BRASIL - 17.03.2022 - 21h00: PALMEIRAS x CORINTHIANS. Lance durante o jogo entre Palmeiras e Corinthians, válido pela 6a rodada do Campeonato Paulista de Futebol e disputado no Allianz Parque.  (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO - SP - BRASIL - 17.03.2022 - 21h00: PALMEIRAS x CORINTHIANS. Lance durante o jogo entre Palmeiras e Corinthians, válido pela 6a rodada do Campeonato Paulista de Futebol e disputado no Allianz Parque. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Palmeiras inicia a semana de trabalho a 2.800 m acima do nível do mar. A equipe de Abel Ferreira treina nesta segunda-feira (2) pela última vez antes de encarar o Independiente Petrolero, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores. A atividade acontece em Sucre, na Bolívia, local da partida desta terça-feira (3), às 21h30 (de Brasília).

O desafio na altitude pode ajudar a aliviar o apertado calendário palmeirense em maio. Uma vitória sobre o Independiente Petrolero garante a classificação para as oitavas de final da Libertadores. Dependendo o resultado entre Deportivo Táchira e Emelec, os comandados de Abel Ferreira podem, inclusive, garantir já a liderança da chave com duas rodadas de antecedência.

Para conquistar os três pontos na Bolívia, o Palmeiras tem feito uma preparação especial. Na atividade deste domingo, ainda em São Paulo, os goleiros treinaram com uma bola com gás hélio dentro para acelerar a adaptação à velocidade da bola na altitude.

"O gás hélio é mais leve que o gás colocado na bola normalmente e dá um pouco mais de velocidade e trocas de direções. É uma adaptação para aquilo que a gente vai encontrar lá na altitude. A primeira etapa foi aqui e vamos concluir no treino pré-jogo todas essas situações diferentes", explicou Rogério Godoy, preparador de goleiros, ao site oficial do clube.

A altitude deve ser o grande adversário do Palmeiras nesta terça-feira. Em São Paulo, a equipe de Abel Ferreira não teve dificuldades para vencer o Independiente Petrolero por 8 a 1 em meados de abril

CALENDÁRIO INTENSO

Abel Ferreira optou por escalar uma equipe alternativa do Palmeiras para enfrentar a Juazeirense neste sábado (30), pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. A escolha teve relação com o apertado calendário alviverde, que viaja à Bolívia para encarar, na terça, o Independiente Petrolero.

Os escolhidos de Abel até conseguiram controlar o jogo e saíram da Arena Barueri com a vitória. O 2 a 1 no placar, contudo, não foi suficiente para dar a eliminatória como decidida. Uma vitória simples da equipe baiana no jogo de volta levará o confronto para as penalidades..

Uma vantagem confortável no primeiro jogo era importante para o Palmeiras ter mais tranquilidade no calendário apertado. Do jogo deste sábado até a partida contra o Red Bull Bragantino, no dia 14, serão cinco disputas em apenas 14 dias, incluindo a viagem para a Bolívia e outra que seria para Juazeiro (BA), mas será para Londrina, para o jogo de volta pela Copa do Brasil.

A mudança acontece porque o estádio Adauto Moraes tem menos de 10 mil lugares, capacidade mínima para receber duelos da terceira fase da Copa do Brasil. Por causa disso, a Juazeirense optou por levar o jogo para a região norte do Paraná.

Para a partida desta terça-feira, o clube alviverde ainda não poderá contar com Luan e Jailson, que se recuperam de lesões. Após jogar com um time modificado contra a Juzareinse, uma provável escalação inicial do Palmeiras é: Weverton; Mayke (Marcos Rocha), Gustavo Gómez, Murilo (Kuscevic) e Piquerez; Zé Rafael, Danilo e Rapahel Veiga, Wesley, Gabriel Veron e Rafael Navarro (Rony).

O Independiente Petrolero, por sua vez, entra em campo buscando sua primeira vitória na Libertadores, somando um empate e duas derrotas até então, e uma recuperação após a goleada por 8 a 1 no primeiro confronto contra o time paulista. Uma provável escalação do técnico Juan Robledo tem: ​Arancibia; Velasquez, Francisco Silva e Martín Chiatti; Luis Ali, Alejandro Bejarano, Avilés e Giménez; Ramírez, Correa e Cristaldo.

Estádio: Olímpico Patria, em Sucre (Bolívia)

Horário: Às 21h30 (de Brasília) desta terça-feira (2)

Árbitro: Nicolás Lamolina (Argentina)

Transmissão: SBT e Conmebol TV

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos