Palmeiras goleia o Libertad e avança às semifinais da Libertadores

Rafael Marson
·4 minuto de leitura
Brazil's Palmeiras Gabriel Menino (L) celebrates after scoring against Paraguay's Libertad during their Copa Libertadores quarterfinal football match at the Allianz Parque stadium in Sao Paulo, Brazil, on December 15, 2020. (Photo by Sebastiao Moreira / POOL / AFP) (Photo by SEBASTIAO MOREIRA/POOL/AFP via Getty Images)
Brazil's Palmeiras Gabriel Menino (L) celebrates after scoring against Paraguay's Libertad during their Copa Libertadores quarterfinal football match at the Allianz Parque stadium in Sao Paulo, Brazil, on December 15, 2020. (Photo by Sebastiao Moreira / POOL / AFP) (Photo by SEBASTIAO MOREIRA/POOL/AFP via Getty Images)

O Palmeiras é o primeiro semifinalista da Copa Libertadores 2020. O Verdão venceu o Libertad no jogo de volta das quartas de final por 3 a 0, disputado no Allianz Parque. Gustavo Scarpa, Rony e Gabriel Menino foram os autores dos gols. No placar agregado, os brasileiros venceram por 4 a 1.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Agora, o Alviverde aguarda o vencedor do confronto entre Nacional-URU e River Plate para saber contra quem irá jogar na semifinal.

Essa foi a nona vitória consecutiva do Palmeiras jogando no Allianz Parque. O elenco comandado por Abel Ferreira alcançou a maior sequência vitoriosa do clube na arena.

Leia também:

Scarpa aparece e anota um golaço

O Verdão controlava e tocava a bola com paciência nos minutos iniciais. Os visitantes jogavam no erro do Palmeiras e na tentativa de um contra-ataque para abrir o placar.

Os paraguaios incomodavam mais e tiveram uma chance de ouro para sair na frente. Com um domínio espetacular, Ferreira tirou Gustavo Gómez da jogada e ficou na cara de Weverton. O atacante chutou rasteiro e o goleiro fez uma defesa sensacional, salvando os brasileiros aos 13 minutos.

Após quase sofrer o gol, o Palmeiras retomou o controle e abriu o placar. O Verdão tentou uma tabela pelo meio e a bola sobrou para Rony. O camisa 11 rolou para Gustavo Scarpa, que acertou um ótimo chutes rasteiro, no canto esquerdo de Martín Silva.

Com o gol sofrido, o Libertad passou a atacar mais, dando espaços para o Alviverde, que chegou perto de ampliar. Rony fez tabela com Veron. O camisa 11 dominou e chutou ao lado do gol, mas o bandeirinha marcou impedimento de Veron no começo da jogada.

Minutos depois, aos 34, Gustavo Scarpa cobrou escanteio na medida para Viña. O uruguaio testou firme, obrigando Martín Silva a fazer boa defesa.

Na sequência do lance, Gustavo Gómez teve um choque de cabeça com Bareiro. O palmeirense foi enfaixado. Bareiro ficou desacordado por alguns segundos, mas se levantou e retornou ao jogo.

Nos acréscimos, Raphael Veiga arriscou de fora da área, mas a bola correu ao lado do gol de Martín Silva

Expulsão e emoção na segunda etapa

Na volta do intervalo, Gustavo Morínigo colocou em campo o veterano Óscar Cardozo, artilheiro do time na Libertadores com 4 gols, para aumentar as chances de pelo menos empatar a partida.

No entanto, o Palmeiras ainda controlava as ações e chegava com perigo. Aos 9 da segunda etapa, Gustavo Scarpa, um dos mais criativos pelo lado do Verdão, cobrou falta venenosa, e Martín Silva apareceu para fazer a defesa. Na sequência, Gustavo Gómez sentiu um desconforto e foi substituído por Emerson Santos.

O tempo passava e a partida ficava cada vez mais tensa, com os jogadores do Libertad fazendo mais faltas. Aos 18, Iván Piris, ex-São Paulo, deu um pisão em Veiga. O responsável pelo VAR, John Ospina, recomendou que o árbitro Jesús Valenzuela fosse ao monitor. Após a consulta, ele decidiu expulsar o lateral.

Rony e Gabriel Menino matam as chances do Libertad

Logo após a expulsão, Gabriel Veron teve duas chances de ampliar e dar tranquilidade aos mandantes, mas Martín Silva barrou os chutes do garoto.

Mesmo com as chances perdidas, o Palmeiras chegou ao segundo gol com Rony. Gabriel Menino deu boa bola para Marcos Rocha. O lateral cruzou rasteiro e, de carrinho, Rony fez e mostrou mais uma vez seu brilho na Libertadores.

Com a vaga encaminhada, Abel Ferreira colocou Zé Rafael e Willian. No primeiro toque na bola, o atacante quase marcou de cabeça, mas praticamente em cima da linha, Martín Silva fez a defesa.

O Libertad ficou perto de descontar. Marcos Rocha errou o passe para Weverton. Villalba driblou o goleiro, mas chutou em cima do lateral palmeirense.

O gol perdido custou caro aos paraguaios. Em jogada iniciada por Weverton, Gustavo Scarpa cruzou na área. Gabriel Menino apareceu livre e fez o terceiro do Palmeiras na partida.

Com o resultado praticamente sacramentado, o Verdão seguia no ataque e não dava chances ao Libertad.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3x0 LIBERTAD-PAR

Data: 15 de Dezembro de 2020
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Árbitro: Jesús Valenzuela-VEN
Assistentes: Jorge Urrego-VEN e Tulio Moreno-VEN
VAR: John Ospina-COL
GOLS: Palmeiras - Gustavo Scarpa (21'/1ºT ), Rony (23'/2ºT ) e Gabriel Menino (36'/2ºT )
CARTÕES AMARELOS: Palmeiras - Abel Ferreira (45'/1ºT ) - Libertad - Pablo Adorno (5'/1ºT), Blas Cáceres (15'/2ºT)
CARTÃO VERMELHO: Libertad - Iván Piris (18'/2ºT)

PALMEIRAS

Weverton, Marcos Rocha (Mayke 39'/2ºT ), Luan, Gustavo Gómez (Emerson Santos 11'/2ºT ) e Matías Viña; Danilo, Gabriel Menino e Raphael Veiga (Zé Rafael 30'/2ºT ); Gustavo Scarpa (Breno Lopes 11'/2ºT ), Rony (Willian 31'/2ºT ) e Gabriel Veron. Técnico: Abel Ferreira

LIBERTAD

Martín Silva; Iván Ramírez, Luís Cardozo, Pablo Adorno e Iván Piris; Antonio Bareiro (Villalba, 1'/2ºT ), Campuzano (Franco, 34'/2ºT ), Blas Cáceres (Hugo Martínez, 24'/2ºT ) e Matías Espinoza; Adrián Martínez (Óscar Cardozo, 1'/2ºT ), Sebastián Ferreira (Enciso, 23'/2ºT ). Técnico: Gustavo Morínigo

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos