Palmeiras goleia Independiente Petrolero (5-0) e vai às oitavas da Libertadores

Raphael Veiga (centro) comemora gol do Palmeiras contra o Independiente Petolero pela Copa Libertadores em 3 de maio de 2022 em Sucre, Bolívia (AFP/AIZAR RALDES) (AIZAR RALDES)

O Palmeiras, atual bicampeão da Copa Libertadores, avançou nesta terça-feira para as oitavas de final da edição de 2022 ao vencer o Independiente Petrolero por 5 a 0 em Sucre (a 2.800 m de altitude), em partida da quarta rodada do Grupo A.

Rafael Veiga fez um hat-trick para o 'Verdão' aos 17 (de pênalti), 22 e 60 minutos. Rafael Navarro marcou o quarto gol aos 62 e Murilo Cerqueira fechou a conta aos 74.

O time paulista conquistou a vitória sem muito esforço em uma partida que dominou do início ao fim, diante de uma equipe tímida, lenta e sem inspiração.

O Palmeiras lidera a chave com 12 pontos, seguido pelo Emelec que tem 5, Deportivo Táchira com 4 e Independiente Petrolero na lanterna com apenas um ponto.

- Um perigo chamado Veiga -

Desde muito cedo, o Palmeiras se tornou o dono do jogo, apesar de a equipe boliviana tentar tomar a iniciativa, embora nunca tenha conseguido controlar a bola.

A periculosidade dos visitantes ficou evidente logo aos 6 minutos em uma entrada perigosa que o estreante goleiro boliviano Hugo Ayala defendeu em dois tempos.

O duelo mostrava duas equipes com características opostas: um Palmeiras mais móvel e rápido e um Independente Petrolero excessivamente cauteloso, lento e sem ideias, que só conseguiu se defender.

Aos 17 minutos, Raphael Veiga abriu o placar de pênalti, após o zagueiro local Francisco Silva tocar a bola com a mão dentro da área.

Pouco depois, o próprio Veiga voltou a marcar aos 22 minutos, concluindo com calma um passe certeiro de Dudu para o centro da pequena área.

Após a primeira meia hora de jogo, o Palmeiras trabalhava à vontade, jogando bola e até ensaiando algumas jogadas vistosas. Era quase um treino para os brasileiros.

Quando o Verdão desacelerou, deu ao Independiente Petrolero a oportunidade de avançar. Em um deles, Erick Correa quase conseguiu diminuir em uma das poucas jogadas de perigo real que os locais criaram no primeiro tempo.

Dudu e Veiga foram o pesadelo do Independiente durante toda a noite com constantes penetrações pelas pontas e fortes incursões em frente à área local.

Quando o primeiro tempo chegava ao fim, o juiz expulsou o atacante do time da casa Jonatan Cristaldo devido a uma suposta falta. Marcelo Robledo, técnico da equipe boliviana, também foi excluído após fazer uma reclamação.

- Palmeiras mantém pressão -

O segundo tempo não apresentou mudanças na dinâmica do jogo. A única diferença foi uma menor intensidade por parte do time paulista.

Por isso, não foi de estranhar que aos 60 minutos o terceiro gol tenha saído por intermédio de Veiga, o goleador da noite, com um chute de pé esquerdo de fora da área.

Após uma cobrança de escanteio, aos 62 minutos, Rafael Navarro marcou o quarto gol e Murilo Cerqueira fechou a goleada aos 74 minutos.

Na quinta rodada, o Palmeiras vai receber o Emelec, enquanto o Táchira joga em casa contra o Independiente.

gbh/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos