Palmeiras falha no primeiro grande teste da temporada

Folhapress
Palmeiras falha no primeiro grande teste da temporada
Palmeiras falha no primeiro grande teste da temporada

LUIZ COSENZO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O elenco milionário do Palmeiras sucumbiu em sua primeira competição de 2017. O atacante Borja, por exemplo, que passou em branco, custou R$ 32 milhões -pagos pela patrocinadora Crefisa.

Neste sábado (22), o ataque parou no ferrolho da Ponte Preta. O time venceu por apenas 1 a 0, no Allianz Parque, pela partida de volta da semifinal. Sem conseguir reverter a vantagem obtida pelo rival, foi eliminado do Paulista.

A equipe alviverde precisava vencer por ao menos três gols diferença para decidir a classificação nos pênaltis, já que perdeu o primeiro jogo por 3 a 0, em Campinas.

A Ponte Preta busca agora o seu primeiro título de expressão em 117 anos. Foi vice-campeão paulista em cinco oportunidades: 1970, 1977, 1979, 1981 e 2008.

O clube tentará pôr fim ao jejum contra Corinthians ou São Paulo, que duelam neste domingo (23), no Itaquerão.

Há 20 anos, a Ponte Preta estava à beira da falência. Tinha cinco meses de salários atrasados e teve até os sofás do estádio penhorados.

O Palmeiras vai disputar três competições: Libertadores, Copa do Brasil e Brasileiro. O time estreia nos dois últimos torneios só em maio.

Antes de fazer o primeiro jogo pelo Brasileiro no dia 14 -enfrenta o Vasco-, o Palmeiras tem duas partidas pela Libertadores: pega Peñarol nesta quarta (26) e o Jorge Wistermann, no dia 3.

Nesse intervalo, Eduardo Baptista pode definir seus titulares. Desde o início do ano, o treinador só repetiu uma vez a mesma formação em dois jogos consecutivos.

No duelo contra a Ponte Preta, ele mudou o time em relação à derrota em Campinas. Deixou o lateral esquerdo Zé Roberto e o atacante Willian no banco de reservas e escalou Egídio e Róger Guedes, respectivamente.

O Palmeiras dominou o primeiro tempo e exigiu boas defesas de Aranha, mas não conseguiu abrir o placar.

No segundo tempo, o time de Eduardo Baptista continuou pressionando. O treinador pôs Michel Bastos e Willian em campo, mas não conseguiu reverter a desvantagem.

O único gol do jogo foi marcado por Felipe Melo. Aos 37 min, após cobrança de escanteio, Aranha saiu mal e o volante empurrou para a rede.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Mina, Dracena e Egídio (Keno); Felipe Melo; Tchê Tchê (Michel Bastos), Guerra, Roger Guedes e Dudu; Borja (Willian).

T.: Eduardo Baptista.

PONTE PRETA: Aranha; Jerferson (Naldo), Marllon, Yago e Artur; Fernando Bob, Elton e Jádson (Wendel); Clayson (Lins), Lucca e Pottker

T.: Gilson Kleina

Árbitro: Raphael Claus

Auxiliares: Bruno Salgado Rizo e Salim Fende Chavez

Público/Renda: 39.086/R$ 2.912.614,52

Cartões amarelos: Felipe Melo, Dudu e Guerra (Palmeiras); Marllon, Fernando Bob (Ponte Preta)

Gol: Felipe Melo (Palmeiras), aos 37 minutos do segundo tempo

Leia também