Palmeiras e Corinthians se encontram depois de fracassos nas fases iniciais da Copa do Brasil

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Recém-eliminados da Copa do Brasil, Palmeiras e Corinthians se enfrentam neste sábado (12), em duelo que será encarado por ambos como a chance de iniciar uma reação para na temporada. O confronto será válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O clima dos dois lados é de desolação. No time alvinegro, superado pelo Atlético-GO no mata-mata, é a falta de perspectiva positiva para o futuro o que mais preocupa os torcedores.

Não há recursos para contratações, e restou só a disputa do Nacional, já que a equipe foi eliminada na fase de grupos da Copa Sul-Americana. Em um ano nos quais os fracassos vão se acumulando, a lista tem também a queda nas semifinais do Paulista, justamente contra o Palmeiras.

O clássico será o quinto jogo de Sylvinho à frente do Corinthians. Ele teve apenas uma vitória, na última rodada do Brasileiro, por 1 a 0, sobre o América-MG. Houve duas derrotas e um empate contra o Atlético-GO. Em toda essa sequência, o time só marcou um gol, de pênalti.

Assim como o treinador corintiano, Abel Ferreira também está pressionado. No caso dele, pelo fato de a equipe não ter correspondido às expectativas como favorita nas competições que disputou, sobretudo na Copa do Brasil.

Na tentativa de defender o título, o Palmeiras caiu logo na fase em que estreou no torneio. Como é um dos representantes do país na Libertadores, entrou no certame nacional na terceira fase.

Pior do que não ter chegado nem às oitavas de final do torneio foi ter sido eliminado pelo CRB, que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. Na temporada 2020, o time alagoano foi apenas o décimo colocado da segunda divisão.

Essa foi apenas a segunda ocasião em que o clube alviverde não passou da primeira fase que disputou na Copa do Brasil ao longo de suas 26 participações na competição. Na primeira, em 2002, o castigo também foi imposto por um adversário alagoano, o ASA, de Arapiraca.

Pesa sobre Abel o recente vice-campeonato paulista, após derrota na final para o São Paulo. Sua equipe também perdeu as disputas pela Supercopa do Brasil e pela Recopa Sul-Americana, com fracassos nos pênaltis diante de Flamengo e Defensa y Justicia, respectivamente.

Santos tenta fechar série 100% com 3º jogo seguido em casa

PALMEIRAS

Jaílson; Marcos Rocha (Gabriel Menino), Luan, Renan, Victor Luís; Felipe Melo, Gabriel Menino (Zé Rafael), Raphael Veiga; Rony, Luiz Adriano. T.: Abel Ferreira

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, João Victor, Gil, Fábio Santos (Lucas Piton); Roni, Gabriel, Cantillo, Araos (Mateus Vital); Gustavo Silva, Luan. T.: Sylvinho

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo

Horário: 19h deste sábado

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Transmissão: Premiere

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos