Palmeiras domina o Novorizontino, faz 3 a 0 e avança à semi do Paulista

Thiago Ferri

O Palmeiras é o primeiro time classificado à semifinal do Campeonato Paulista. Depois de fazer 3 a 1 no jogo de ida, o Verdão não teve dificuldades para vencer o Novorizontino mais uma vez, agora por 3 a 0, nesta sexta-feira à noite, no Pacaembu.

Em que pese a qualidade de um rival que veio a São Paulo com uma missão praticamente impossível – vencer por dois gols de diferença para levar o jogo aos pênaltis – foi uma ótima partida do Verdão.

Depois de sofrer para marcar Roberto em Novo Horizonte (SP), Eduardo Baptista repetiu o que deu certo na partida de ida: deixou Tchê Tchê na cobertura de Zé Roberto. Assim, as jogadas de velocidade do Novorizontino não surtiram efeito.

Na frente, o Palmeiras adotou desde o início a marcação alta e obrigou o adversário a tirar a bola de qualquer jeito. Do lado dos mandantes, a postura era outra: toque de bola desde Fernando Prass, com organização. Foi assim que o Palmeiras ditou o ritmo do jogo em todo o tempo. Só que apesar do domínio no campo de ataque, o time teve dificuldades para ter uma chance clara. Quando teve, fez o gol.

Depois de um chute errado de Tchê Tchê, Willian saiu cara a cara com Michael e bateu bem: 1 a 0 – quinto gol do camisa 29, artilheiro do Verdão na temporada. Atrás, Mina e Edu Dracena foram soberanos durante a maior parte do tempo.

Após o intervalo, o domínio tornou-se ainda maior. O Palmeiras empilhou chances: Willian, Tchê Tchê, Dudu, Guerra... todos poderiam ter deixado o seu. Mas Borja foi quem ampliou o placar: no primeiro toque, Michel Bastos deixou Guerra livre, e o meia, lembrando os tempos de Atlético Nacional, serviu o camisa 12, que soltou a bomba. 2 a 0.

Thiago Santos entrou para fazer Felipe Melo ser aplaudido, e Alecsandro ganhou minutos. O fim do jogo ainda serviu para Dudu, depois de perder duas grandes chances, bater bem no canto e fechar o placar. Um 3 a 0 justo pelo que fez o Palmeiras na sua volta ao Pacaembu.

Mais uma vitória do Verdão, a 10ª em 14 partidas no Paulista. O time de Eduardo Baptista é o dono do melhor aproveitamento do campeonato e será assim até o fim desta fase. Por isso, vai decidir em casa a semifinal. Resta saber qual será o adversário, que pelo regulamento será aquele que tiver a pior pontuação entre os quatro que chegarem no Campeonato Paulista.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 x 0 NOVORIZONTINO


Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 7/4/2017 (sexta-feira), às 21h
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Eduardo Vequi Marciano
Público/renda: 24.548 pagantes/R$ 1.031.020,00
Cartões amarelos: Éder (Novorizontino)

GOLS: Willian, aos 32/1ºT (1-0), Borja, aos 23/2ºT (2-0) e Dudu, aos 43/2ºT (3-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Fabiano, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo (Thiago Santos, aos 16/2ºT); Willian (Michel Bastos, aos 22/2ºT), Tchê Tchê, Guerra e Dudu; Borja (Alecsandro, aos 30/2ºT). Técnico: Eduardo Baptista.

NOVORIZONTINO: Michael; Moacir, Domingues, Diego Sacoman e João Lucas; Doriva e Eder (Railan, no Intervalo); Roberto (Alexandro, no Intervalo), Fernando Gabriel e Henrique Roberto; Everaldo (Rodrigo, aos 32/2ºT). Técnico: Silas.




























E MAIS: