Palmeiras deixa Mundial de cabeça erguida, diz Felipe Melo após perder pênalti

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A primeira vez que um campeão da Copa Libertadores ficou em quarto lugar no Mundial de Clubes da Fifa foi sacramentada por um pênalti perdido pelo volante e zagueiro Felipe Melo, 37, do Palmeiras. Ele errou a última das cinco cobranças contra o Al Ahly (EGI), após a partida terminar empatada em 0 a 0 no tempo regulamentar nesta quinta-feira (11). Após a derrota na decisão de terceiro lugar, o atleta defendeu a equipe e viu uma melhora no desempenho em relação à derrota para o Tigres (MEX), na semifinal. "Fizemos aquilo que fizemos no treinamento, mas a equipe deles foi mais capacitada. Infelizmente, a gente perdeu, agora é focar na final que temos no Brasil [Copa do Brasil, contra o Grêmio, em 28 de fevereiro e 7 de março]. Foi um privilégio estar aqui. Infelizmente não conseguimos ser campeões do mundo, mas deixamos o Mundial de cabeça erguida por ter feito nosso melhor", afirmou na entrevista ao SporTV, ainda no gramado. Gustavo Gómez e Gustavo Scarpa marcaram para o time alviverde na disputa de pênaltis, enquanto Felipe Melo, Luiz Adriano e Rony erraram —o Al Ahly acertou três cobranças. "Tivemos uma margem de melhora do primeiro jogo. Jogamos contra duas escolas de futebol diferentes. A escola mexicana, contra um time que tem um treinador há dez anos. Jogamos contra um time que de certa forma deu trabalho pro Bayern [Al Ahly, que perdeu por 2 a 0 na semifinal]. Voltamos a não tomar gol em decisão de campeonato. Mas falhamos na hora dos pênaltis, isso foi crucial para eles vencerem", afirmou o capitão Felipe Melo. Durante a partida, ele erou uma saída de bola na qual o Al Ahly por muito pouco não abriu o placar, ainda no primeiro tempo. O técnico Abel Ferreira, também ao SporTV, ressaltou que se orgulha da sua equipe, que espera obter uma vaga no próximo Mundial e que o Palmeiras ainda disputa as finais da Copa do Brasil e a Recopa Sul-Americana. "É o privilégio de estar entre os quatro melhores do mundo. Fomos os quartos, temos que aceitar."